1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha chega à semifinal e entra em febre de basquete

Após a vitória de 70 a 62 sobre a Espanha, o selecionado alemão chegou à semifinal do 14º Campeonato Mundial de Basquete, logrando uma verdadeira sensação.

default

Quarta-de-final contra a Espanha: Jorg Lutcke faz cesta para a Alemanha

Para os alemães, o resultado obtido até agora em Indianápolis já está bem acima do que se esperava no início do torneio. E agora, a vitória sobre a Espanha deu ainda mais autoconfiança à equipe. Afinal, em 20 jogos contra os espanhóis, a seleção alemã só conseguira vencer três.

O sensacional desempenho da equipe nacional despertou pela primeira vez a atenção dos alemães para o basquetebol, um esporte pouco praticado na Alemanha. Os nomes dos novos astros Dirk Nowitzki e Marko Pesic, até então praticamente desconhecidos, passaram a ser citados repetidamente por toda a imprensa do país.

O canal de televisão ARD decidiu até mesmo modificar a sua programação deste sábado, para transmitir ao vivo o jogo da semifinal contra a Argentina. Partidas de basquete ao vivo na televisão alemã são uma raridade.

Os eliminados

Entre as equipes eliminadas nas quartas-de-final, os Estados Unidos constituíram a maior surpresa. Após a derrota histórica para os argentinos na rodada anterior, os EUA acabaram perdendo também para a Iugoslávia pelo placar de 81 a 78, e já estão fora da disputa pelos quatro primeiros lugares no Campeonato Mundial de 2002.

Mas também o selecionado do Brasil não conseguiu seguir adiante. Enfrentando uma Argentina muito forte, comandada pelo cestinha Manu Ginobili, os brasileiros não tiveram nenhuma chance de impor-se. O time argentino saiu vitorioso pela contagem de 78 a 67.

Possibilidade de revanche

A seleção da Argentina – com o melhor desempenho do Campeonato Mundial de Indianápolis – é a adversária da equipe da Alemanha na semifinal. Os dois times já se enfrentaram na segunda fase do torneio, quando os alemães foram derrotados pelo placar de 86 a 77. Para Dirk Nowitzki e seus companheiros, a semifinal é assim uma chance de dar o troco aos argentinos.

O superstar alemão não subestima, contudo, os adversários: "Para mim, os argentinos formam a equipe mais completa deste campeonato mundial. Eles são muito fortes fisicamente, todas as posições estão ocupadas por jogadores com enorme eficiência e a sua defesa é incrivelmente eficaz."

Apesar disto, Nowitzki acredita que os alemães têm boas chances no jogo do sábado: "Não vamos jogar mal, como jogamos na segunda fase do campeonato", afirma. Na primeira partida contra a Argentina, Dirk Nowitzki só conseguiu acertar três dos seus 17 arremessos ao cesto.

Os resultados das quartas-de-final

  • Argentina 78 x 67 Brasil
  • Alemanha 70 x 62 Espanha
  • Nova Zelândia 65 x 63 Porto Rico
  • Iugoslávia 81 x 78 Estados Unidos

    As semifinais (sábado, 7 de setembro)

    • Argentina x Alemanha
    • Iugoslávia x Nova Zelândia

Links externos

  • Data 06.09.2002
  • Autoria (am)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/2ccN
  • Data 06.09.2002
  • Autoria (am)
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/2ccN