1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemanha celebra Dia das Vítimas do Holocausto

A libertação do campo de extermínio de Auschwitz marca o fim simbólico do terror nazista e do Holocausto. Entretanto, ainda há, hoje, quem negue que o extermínio de seis milhões sequer ocorreu.

default

Memorial do Holocausto, em Berlim

Celebrando a libertação do campo de extermínio de Auschwitz, estão programados minutos de silêncio, manifestações e diversas solenidades em toda a Alemanha, neste sábado (27/01). Trata-se do Dia em Memória das Vítimas do Holocausto, comemorado internacionalmente desde 2005.

Numa cerimônia em Berlim, a chefe de governo alemã, Angela Merkel, conclamou a uma luta decidida contra o extremismo de direita. Ela agradeceu a todos democratas corajosos, por seu engajamento em nome da causa.

Ainda há quem negue

Der Holocaust-Überlebende Arno Lustiger

Historiador Arno Lustiger

Em 27 de janeiro de 1945, soldados do Exército Vermelho soviético libertaram o maior campo de extermínio nazista, em Auschwitz, atualmente território polonês. A data é recordada na Alemanha desde 1996. Em 2005, a Organização das Nações Unidas a declarou Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto.

O regime de terror nacional-socialista fez seis milhões de vítimas, a maioria das quais, judeus. Segundo Hans-Gert Pöttering, presidente do Parlamento Europeu, este lado abominável e doloroso da história não deve ser jamais esquecido.

O historiador judeu e sobrevivente do Holocausto Arno Lustiger exigiu uma lei de âmbito europeu para punir a negação – de caráter neonazista – do genocídio nazista. "Afirmar que as câmaras de gás nunca existiram é um insulto aos mortos e também aos vivos. É indecente."

Mostras relembram o Holocausto

60 Jahre danach - KZ Buchenwald

Buchenwald, 16 de abril de 1945

Representantes da comunidade judaica realizaram uma manifestação diante da estação ferroviária de Berlim. Eles exigem o direito de participar da organização da planejada exposição sobre a deportação de crianças, por temer que a empresa Deutsche Bahn relegue a mostra "às áreas laterais das estações".

Já na véspera do dia pelas vítimas do Holocausto foi lançada no website www.buchenwald.de uma mostra de fotos do campos de concentração de Buchenwald. Trata-se da primeira iniciativa do gênero no país, organizada sob preceitos científicos.

Leia mais