Alemanha celebra 19 anos como país reunificado | Página especial sobre a data da queda do Muro de Berlim | DW | 03.10.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

9 de novembro de 1989

Alemanha celebra 19 anos como país reunificado

Com cerimônias oficiais em Saarbrücken e espetáculo de marionetes gigantes da companhia francesa Royal de Luxe, em Berlim, a Alemanha comemora dia em que o país foi oficialmente reunificado após queda do Muro de Berlim.

default

Crianças brincam em Saarbrücken diante de réplica do Portão de Brandemburgo

Feriado oficial em toda a Alemanha, o 3 de outubro ficou marcado como o dia da reunificação alemã. Embora o Muro de Berlim já tivesse caído há quase um ano, os dois Estados – República Federal da Alemanha e República Democrática da Alemanha – só voltaram a ser uma única nação a partir de 3 de outubro de 1990.

Em comemoração à data, a companhia francesa Royal de Luxe traz a Berlim um espetáculo ao ar livre, encenado por duas de suas marionetes gigantes, conhecidas internacionalmente por aparições em diversos países e várias ocasiões.

Construídas à base de metal, madeira e sucata, os dois personagens – a Pequena Gigante e seu tio, o Gigante Grande – apresentam ao público da capital alemã o espetáculo Das Wiedersehen von Berlin (O Reencontro de Berlim).

Na peça, as duas marionetes, de 7,5 e 15 metros respectivamente, narram sua história à sombra do país dividido. Os dois personagens vivem numa cidade transformada em brejo e são separados involuntariamente um do outro: uma associação direta à separação da Alemanha em dois países no pós-guerra.

Ternura e humor

A fábula começa em frente à Prefeitura Vermelha (Rothes Rathaus), na praça Alexanderplatz, quando a "pequena" marionete de 7,5 metros, ainda adormecida, é vestida por "anões" (na realidade, atores da companhia Royal de Luxe).

Com sapatos cujo número 200, casacos e acessórios coloridos, as marionetes se movimentam lentamente, mas com extrema precisão e elegância. Os olhos, por exemplo, são construídos com lâmpadas usadas normalmente para a iluminação de ruas, enquanto os cílios são feitos de vassouras.

Die Riesen in Berlin Flash-Galerie

Marionete gigante e Reichstag ao fundo

"Presenteio as pessoas com sonhos, isso é tudo", diz Jean Luc Courcoult, o diretor da companhia. "Esta é uma história emocional e ao mesmo tempo uma história sobre a humanidade. Não queremos ensinar nada. Fazemos teatro com ternura e, se possível, com humor", diz ele.

Já na sexta-feira (02/10), as marionetes puderam ser vistas na cidade. A narrativa, que tem seu ponto alto neste sábado, segue até domingo, quando chega a seu final feliz. Depois de terem se perdido por muitos anos, a Pequena Gigante e seu tio, que é um mergulhador, acabam se reencontrando em Berlim, precisamente no Portão de Brandemburgo, um local carregado de simbolismo quando o assunto é a reunificação alemã.

Festividades oficiais são no Sarre

Em Saarbrücken, capital do Sarre, no oeste do país, o 3 de outubro é comemorado com uma grande festa popular e presença tanto da chanceler federal, Angela Merkel, quanto do chefe de Estado, o presidente Horst Köhler. Tradicionalmente, a cidade-natal do presidente do Bundesrat (câmara alta do Parlamento alemão), sedia as celebrações do dia da reunificação.

Da mesma forma que a Oktoberfest de Munique, as festas na região estão contando com um esquema extraordinário de segurança, em função das ameaças de ataques terroristas no país, ocorridas antes das eleições parlamentares, realizadas há uma semana.

SV/dpa/afp

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais