1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha é elogiada por punir nazistas

O Centro Simon Wiesenthal (SWC), sediado em Jerusalém, elogiou o rigor com que a Alemanha apura crimes cometidos pelos nazistas, que governaram o país de 1933 a 1945. Segundo o relatório anual do SWC, divulgado nesta quarta-feira (10), depois dos Estados Unidos, a Alemanha, o Canadá e a Polônia são os países que mais se empenham em punir criminosos nazistas.

O SWC elogiou expressamente a condenação dos ex-oficiais da SS, Julius Viel e Anton Malloth, no ano passado, pela Justiça alemã. O autor do relatório, Efraim Zuroff, criticou as investigações contra criminosos nazistas na Áustria, Suécia, Austrália, Venezuela e Síria. "Dos 40 países analisados pelo Centro Simon Wiesenthal, a Áustria abriga o maior número de suspeitos em potencial e apresenta as menores perspectivas de processá-los", conclui o documento.

O CSW foi fundado em 1977 por Simon Wiesentahl, sobrevivente dos campos de concentração, que se tornou conhecido como "caçador de nazistas". Com sua ajuda, em 1960, o alemão Adolf Eichmann foi descoberto pelo serviço secreto israelense na Argentina e executado em 1962, em Israel. Eichmann foi um dos mentores do extermínio sistemático de judeus na Segunda Guerra Mundial.

Links externos