Alemanha é alvo de ação da UE por escândalo da Volks | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 08.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemanha é alvo de ação da UE por escândalo da Volks

Reino Unido, República Tcheca, Grécia, Lituânia, Luxemburgo e Espanha também respondem processo por terem supostamente violado legislação do bloco. Países são acusados de não aplicar devidas penalidades à montadora.

A Comissão Europeia anunciou nesta quinta-feira (08/12) que deu início a uma ação legal contra a Alemanha e mais seis países por não controlarem o suficiente a Volkswagen e não aplicarem as devidas penalidades no escândalo envolvendo a montadora alemã.

Reino Unido, República Tcheca, Grécia, Lituânia, Luxemburgo e Espanha também são alvo da ação, primeiro passo de um  longo processo que pode levar países-membros da União Europeia (UE) ao tribunal por infringirem a legislação do bloco.

A comissão, braço executivo da UE, acusou a Alemanha e o Reino Unido de violarem a legislação do bloco ao se recusarem a entregar a Bruxelas "todas as informações técnicas" que reuniram sobre as emissões da Volkswagen. O órgão deu um prazo de dois meses para que os sete países respondam às acusações.

Em setembro de 2015, a Volkswagen admitiu ter instalado em cerca de 11 milhões de veículos a diesel mundo afora um software capaz de driblar testes de controle de emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa. O escândalo ficou conhecido como "Dieselgate".

Bruxelas tem sido alvo de críticas por sua reação pouco enérgica ao caso, sobretudo em comparação com os EUA, onde a  companhia se comprometeu a pagar 15 bilhões de dólares em um acordo fechado com as autoridades americanas e proprietários de cerca de 500 mil veículos afetados.

A Comissão Europeia tem pouca autoridade no caso, já que a regulamentação do setor automobilístico cabe às autoridades dos governos nacionais.

IP/ap/afp

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados