1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

"Alemanglês" é a língua da Copa do Mundo

Para melhor receber seus hóspedes, o país anfitrião fez da mistura de alemão com inglês a "língua oficial do mundial". Mais do que pela taça, filólogos alemães torcem pelo retorno do idioma no fim da última partida.

default

Às vezes, só mesmo o dicionário, na hora de decifrar o 'alemanglês'

" Public viewing" é o que diz a placa, sinalizando a praça onde está instalado o telão no qual são transmitidas as partidas do campeonato mundial de futebol. Os que não recebem nada para trabalhar são volunteers, e até a estação central de Hamburgo dispensou a designação germânica hauptbahnhof, para se transformar no "FIFA Railway Station Hamburg".

A Copa do Mundo é um " event" que mobiliza milhões de pessoas ao redor do mundo, e os alemães aproveitam a ocasião para tirar o inglês do armário – a exemplo dos mil empregados da Deutsche Bahn, a ferrovia alemã, e dos policiais de Leipzig.

Esta última se ocupa de seu " city dressing", o conjunto de faixas, posters e outdoors para seu adorno e orientação dos torcedores, nesta Copa do Mundo. Para os ricos e bonitos, os organizadores montaram uma hospitality zone.

Volta ao normal depois da Copa

No posto de ticketing (venda de ingressos) a regra é " first come, first served" ("Quem chega primeiro é atendido primeiro"). Para se desfazer de seus tíquetes, o turista pode apelar ao resale no customer service (revenda no serviço de atendimento ao cliente).

A Associação Alemã de Filólogos vê a situação com tranqüilidade. "Nós já deixamos de nos preocupar com isso", diz o presidente Heinz-Peter Meidinger. "Esperamos que as coisas voltem ao seu 'estado normal', com o fim da Copa".

"Simpático, mas nem tão eficiente assim"

Para Walter Krämer, presidente da Associação da Língua Alemã, o uso de expressões em inglês deveria receber cartão vermelho: "A maioria dos torcedores não fala inglês. Os franceses, por exemplo, acham que estamos puxando o saco dos americanos e dos britânicos". Em sua opinião, o "alemanglês" (" denglish") já é usado exageradamente.

Para Gayle Tufts, humorista norte-americana que mora em Berlim, ouvir a narração em inglês nos alto-falantes das estações foi uma surpresa. "Primeiro você ouve uma frase que não acaba nunca com o nome de todas as paradas em alemão e a possibilidade de conexões. No final, um curtinho ' thank you for riding Deutsche Bahn'. É simpático, mas não é tão eficiente assim".

E city dressing? "Parece mais um molho de salada!" , opina a artista.

Leia mais