1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Alemãs nas areias de Copacabana

Quatro equipes femininas da Alemanha comparecem ao Mundial de Vôlei de Praia no Rio de Janeiro, de olho principalmente em pontos para o ranking.

default

Rau e Pohl, esperança de vitórias

O vôlei de praia é um esporte em alta na Alemanha, com equipes masculinas e femininas de destaque na Europa. As maiores chances no Campeonato Mundial, cuja primeira fase se inicia nesta terça-feira (07/10) no Rio de Janeiro, são computadas para Stephanie Pohl e Okka Rau. As jogadoras, de 25 e 26 anos respectivamente, lideram o ranking alemão e brilharam no Campeonato Europeu, realizado em agosto na Turquia, conquistando o título. No ranking mundial, ocupam o nono lugar.

O título europeu deste ano de qualquer forma acabaria ficando com a Alemanha, já que a segunda dupla que se classificou então para a final era composta por Andrea Ahmann e Jana Vollmer. As terceiras colocadas no ranking alemão (13ª posição na classificação mundial) participam igualmente do Mundial em Copacabana, assim como Susanne Lahme/Danja Müsch e Helke Claasen/Judith Deister.

Treinos em Ipanema

Além de embaladas pelo sucesso recente, Stephanie e Okka têm a vantagem de conhecer o clima e as condições do Rio de Janeiro, onde passaram uns tempos realizando treinos nas areias de Ipanema. Mas elas conhecem também a garra das adversárias brasileiras. No Grand Slam de Los Angeles, em setembro, foram derrotadas nas quartas-de-final por Ana Paula e Sandra Pires, precisando contentar-se com um quinto lugar no torneio.

O favoritismo das equipes brasileiras e americanas, aliás, é reconhecido pela própria Federação Alemã de Voleibol (DVV), que destaca como principal meta para as jogadoras alemãs a conquista de preciosos pontos para o ranking mundial e, conseqüentemente, para a classificação para a Olimpíada de 2004.