1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Alemãs mantêm hegemonia na Europa

Vitória por 3 a 1 sobre a Noruega neste domingo (19/6), na Inglaterra, deu quarto título europeu consecutivo ao país, que está invicto em partidas pela competição desde 1996.

default

Birgit Prinz, uma das estrelas da seleção

Não foi fácil, mas a cidade de Blackburn, na Inglaterra, assistiu neste domingo (19/6) a um show de superioridade da Alemanha no futebol feminino. A seleção alemã venceu a Noruega por 3 a 1 e levantou, pela quarta vez consecutiva, o troféu de campeã européia da categoria.

Deutsche Frauen werden Europameister

Treinadora Tina Theune-Meyer, ao centro

As meninas comandadas por Tina Theune-Meyer aumentam, assim, a hegemonia do país no esporte que se populariza a cada ano. Além dos quatro títulos seguidos, a Alemanha tem ainda mais dois troféus europeus, é a atual campeã mundial e não perde, em partidas pela Eurocopa, desde maio de 1996.

A última derrota, coincidentemente, foi para a Noruega, por 3 a 1. De lá para cá são 31 jogos de invencibilidade, com vitórias em todas as 12 partidas da edição deste ano, desde a fase de classificação.

O jogo

Mais práticas, objetivas, fortes fisicamente e com uma visão de jogo mais apurada, as alemãs deram poucas chances às norueguesas. Mesmo assim, o time da Escandinávia conseguiu encontrar alguns espaços para deixar apreensiva a defesa rival.

Prinz, craque alemã e capitã da equipe, presente em sua quarta decisão de Eurocopa, foi mais uma vez a referência no ataque. E para a bola chegar até ela, as campeãs contavam com a meia Lingor, dona de técnica refinada.

Depois de mostrar às adversárias o peso de sua camisa, as alemãs chegaram ao primeiro gol aos 21min da etapa inicial. Grings recebeu cruzamento na área, escorou a bola de cabeça e Mittag, de 20 anos de idade, empurrou para as redes: 1 a 0.

Spezialbild: Fußball-EM Frauen: Finale Deutschland - Norwegen, 2. Tor für Deutschland erzielt durch Anja Mittag

Mittag no lance do primeiro gol

O segundo não demorou muito. Três minutos mais tarde, Lingor recebeu ótimo lançamento de Carlson na meia-lua e, na saída da goleira Nordy, fez um belo gol por cobertura: 2 a 0.

A Noruega tentou reagir alternando as suas jogadas, explorando as laterais e buscando tabelas pelo meio. De tanto insistir – as nórdicas na verdade nunca desistiram das jogadas –, "encontraram" um gol antes do intervalo. Aos 41min, Mellgren aproveitou uma falha da defesa e descontou: 2 a 1.

O segundo tempo não foi muito diferente, apesar de a Noruega voltar com um ímpeto ainda maior. Foi ao aproveitar os erros de ataque da rival, entretanto, que a Alemanha terminou de construir a sua vitória.

As norueguesas erraram na saída de bola em um contra-ataque aos 18min, Lingor roubou a bola e passou para Prinz, de fora da área, chutar forte no canto esquerdo de Nordby e decretar o placar final: 3 a 1.

ALEMANHA 3 x 1 NORUEGA

Alemanha

Rottenberg; Jones, Grings (Smisek), Minnert e Hingst; Carlson (Günther), Pohlers, Garefrekes e Lingor; Mittag (Wimbersky) e Prinz

Técnica: Tina Theune-Meyer

Noruega

Nordby; Stangeland, Folstad, Stensland e Christensen; Mellgren, Paulsen, Frantzen (Herlovsen) e Gulbrandsen: Ronning (Knutsen) e Klaveness

Técnica: Bjarne Berntsen

Data: 19/6/2005 (Domingo)

Local: Ewood Park Stadium, em Blackburn (Inglaterra)

Árbitra: Alexandra Ihringova (Eslováquia)

Auxiliares: Yolanda Parga Rodriguez (Espanha) e Blazenka Logarusic (Croácia) Gols: Mittag (A), aos 21min, Lingor (A), aos 24min e Mellgren (N), aos 41min do 1º T; Prinz (A), aos 18min do 2º T

Leia mais