1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemão ganha Nobel de Química

Berlinense Gerhard Ertl leva prêmio por suas pesquisas sobre processos químicos em superfícies sólidas e traz Nobel de Química de volta à Alemanha após quase 20 anos.

default

Ertl: 'Derramei lágrimas'

A Real Academia Sueca de Ciências, em Estocolmo, anunciou que o Prêmio Nobel de Química de 2007 será entregue ao cientista berlinense Gerhard Ertl por suas pesquisas pioneiras sobre processos químicos em superfícies sólidas. Com isso, é a primeira vez em quase 20 anos que um alemão é agraciado com o prêmio.

Deutschland Nobelpreis in Chemie an Gerhard Ertl - Katalysator

Pesquisa ajuda a entender como funcionam catalisadores

"Esta ciência é importante para a indústria química e pode nos ajudar a compreender processos tão diversos como a ferrugem, o modo de funcionamento de células combustíveis e catalisadores de automóveis", informou a Academia em um comunicado oficial.

"A química de superfície pode explicar inclusive a destruição da camada de ozônio, pois etapas decisivas dessa reação acontecem na superfície de cristais de gelo suspensos na estratosfera", explicou ainda o comitê.

Elogios à Alemanha

Por mais que tenha dito saber estar entre os candidatos, Ertl ficou comovido com a decisão. "Derramei lágrimas, digo com sinceridade", admitiu o cientista, que recebeu o comunicado de Estocolmo no dia de em que completa 71 anos. "Esse é o melhor presente de aniversário que um cientista pode imaginar. E uma surpresa, com a qual eu não contava."

Ertl, que executa a maior parte de suas pesquisas em Hannover, Munique e Berlim, elogiou, pouco após o anúncio do recebimento do prêmio, especialmente a qualidade da infra-estrutura alemã para a pesquisa científica. "Nunca tive problema nenhum. Tampouco consigo entender por que é que tanto se reclama de falta de verba", disse, lembrando que cientistas alemães estão em bem melhor situação que seus colegas americanos.

Schweden Deutschland Nobelpreis in Chemie für Gerhard Ertl

Cientista posa em frente ao Instituto Fritz Haber em Berlim

Ertl é diretor emérito do Instituto Fritz Haber de Físico-Química da Sociedade Max Planck em Berlim, que coordenou de 1986 a 2004. Antes disso, lecionou na Califórnia e na Universidade Técnica de Munique.

Ertl receberá pelo prêmio dez milhões de coroas suecas (cerca de 1,1 milhão de euros). Na terça-feira (09/10), o também alemão Peter Grünberg foi agraciado com o Prêmio Nobel de Física, que dividiu com o pesquisador francês Albert Fert.

A última vez em que um alemão ganhou o Nobel de Química foi em 1988, quando Johann Deisenhofer, Robert Huber e Hartmut Michel foram premiados por suas pesquisas com fotossíntese. (rr)

Leia mais