1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Alemães reconstroem observatório solar de Goseck

O mais antigo observatório solar da Europa está sendo fielmente reconstruído na cidade de Goseck, na Saxônia-Anhalt. O templo de sete mil anos tem três acessos e 75 metros de diâmetro.

default

Construção deve voltar a ter sua antiga forma até o final do ano

A reconstrução do observatório solar todo em madeira, cujos custos são estimados em 100 mil euros, deverá estar concluída até o final do ano. "Essa herança arqueológica é um presente dos deuses para o turismo e a economia da região", declarou o ministro da Economia do Estado da Saxônia-Anhalt, Horst Rehberger. O observatório faz parte da rota turística Himmelswege (Caminhos dos Céus), criada nessa região do Estado, que fica no Leste alemão.

A descoberta de Goseck é comparável ao famoso complexo monolítico de Stonehenge, perto da cidade de Salisbury, na Inglaterra, afirmou o arqueólogo Harald Meller. Mas diferentemente da construção inglesa, que utiliza pedras, o observatório alemão foi erguido com madeira. Na reconstrução, serão utilizados 2300 troncos de carvalho.

Visão da vida dos primeiros agricultores

O observatório de Goseck foi descoberto em 1992, após exame de fotos aéreas tiradas numa missão arqueológica de reconhecimento. Na época, apenas o anel externo fora desenterrado por arqueólogos. Somente 12 anos depois da descoberta, uma equipe comandada pelo professor François Bertemes desenterrou a área central do templo, o que levou os pesquisadores a acreditar que se tratava de um grande feito científico.

Sonnenobservatorium von Goseck

Vista aérea do observatório de Goseck



Eles estavam certos. Segundo especialistas, a construção de Goseck permite um olhar profundo e surpreendente na vida espiritual e religiosa dos primeiros agricultores da Europa. O sol era venerado como gerador da vida e regente das mudanças de estação. O observatório deve ter exercido um papel importante na compreensão dos agricultores sobre a natureza e o desenvolvimento das plantas.

Especialistas dizem que o acesso sudoeste do observatório corresponde ao exato ponto em que o sol nascia no solstício de inverno (verão, no hemisfério sul), em 21 de dezembro, há cerca de 7 mil anos. O portão sudeste seria o ponto correspondente ao pôr-do-sol nessa data. Numa época em que não havia calendários, essas informações eram muito importantes para uma sociedade que vivia da agricultura.

Área rica em descobertas astronômicas

Sternenscheibe von Nebra

Restaurador apresenta o disco estelar de Nebra

O observatório está a apenas 25 quilômetros do local onde foi encontrado o disco estelar de Nebra. Datado de 3600 anos, o disco foi encontrado em 2002 e é uma das mais antigas representações astronômicas do céu à noite. Essa região ao sul da Saxônia-Anhalt é conhecida pelo grande número de achados e sítios arqueológicos.

Da rota turística Himmelswege fazem parte também as cidades de Wangen (na região onde foi encontrado o disco de Nebra), Langeneichstädt (onde foi descoberta, em 1987, uma câmara mortuária de pedra com a estátua de uma deusa) e Halle (onde há um museu sobre a pré-história da região).

Leia mais