1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Alemães levaram dois prêmios do Oscar Técnico

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles já entregou no dia 2 de março os Oscar de inovações tecnológicas aplicadas ao cinema. Este ano foram sete ao todo, dois deles para inventores alemães.

default

"O Senhor dos Anéis" usou as duas novas tecnologias alemãs, premiadas com o Oscar Técnico

Os agraciados da Alemanha são dois computer freaks de Dortmund e uma empresa de Munique. Os primeiros desenvolveram um software que poupa meses de trabalho à indústria cinematográfica. O programa é capaz de criar animações tridimensionais a partir de material bidimensional.

O técnico em informática Rolf Schneider e o físico Uwe Sassenberg, da empresa Science-D-Visions, elaboraram o programa 3D-Equalizer, que analisa imagens bidimensionais, simula o trabalho da câmera e as transforma em animações 3D, permitindo ainda copiar o trabalho quantas vezes for preciso em um filme, por exemplo.

Mesmo que o software não seja lá dos mais baratos – uma cópia custa 10.226 euros – a dupla já conta com uma lista de 100 clientes, em sua maioria produtoras de cinema. Entre elas está a produtora de O Senhor dos Anéis, que utilizou o software para criar as paisagens do filme na Nova Zelândia e para dar vida aos ogros das minas de Moria, por exemplo. Cerca de outros 60 filmes já estão no currículo do programa, entre eles Matrix, Oceans's 11, Tomb Raider e Gladiador, que chegou a levar um Oscar por efeitos especiais.

Até agora, os técnicos, ambos na faixa dos 30 anos, mostram um pouco da modéstia alemã. "Estamos felizes, mas não saímos estourando champanhe", disse Schneider. Ele está satisfeito com outras coisas: "Stanley Kubrick usou nosso software em De Olhos Bem Fechados, isso é sensacional, pois seus filmes viram história".

Premiado veterano – Por sua vez, a empresa Arri, de Munique, não é novata no Oscar Técnico. Já premiada outras nove vezes, a Arnold & Richter Cine Technik foi homenageada este ano pela invenção de um gravador laser para conversão de imagens de filmes em formatos digitais e vice-versa..

O invento é de autoria dos técnicos Franz Kraus e Johannes Steurer, em parceria com Wolfgang Riedel, do Instituto Fraunhofer de Técnicas de Medição Física, de Freiburg. O trio começou o projeto há cinco anos. Em dois, o Arrilaser ficou pronto. Mais de 80 unidades já foram vendidas para os principais estúdios e empresas de pós-produção.

O equipamento laser foi usado com êxito, por exemplo, nos filmes Harry Potter, O Senhor dos Anéis e O Fabuloso Destino de Amélie.

Links externos