1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemães esperam ganhar primeiras medalhas no fim-de-semana

A Alemanha levou 162 atletas para a Olimpíada de Inverno de Salt Lake City, que começa nesta sexta-feira (08).

default

Medalhas de Salt Lake City

Vários atletas alemães estão entre os favoritos para conquistar as primeiras medalhas a serem disputadas em Salt Lake City. As expectativas são grandes: "Acho que temos uma equipe muito forte", resumiu Rolf Ebeling, diretor da Federação de Esporte Alemã (DSB).

A Olimpíada de Inverno terá 78 finais em 15 esportes na neve e no gelo, durante os 17 dias da competição. No sábado e domingo serão disputadas as primeiras 9 medalhas de ouro, prata e bronze.

No salto de esqui, o grande favorito é o alemão Sven Hannawald, recentemente campeão do Torneio dos Quatro Rampas. Hannawald, 27 anos, saltou três vezes a maior distância nos treinos qualificatórios. Outro alemão com chances de medalha na final de domingo é Martin Schmitt, tetracampeão mundial.

Na patinação de velocidade, Anni Friesinger é a mais cotada para ganhar a primeira medalha de ouro das provas femininas, na distância de 3.000 metros. Sua principal concorrente é a rival alemã, Claudia Pechstein.

Ronny Ackermann é a esperança alemã de medalha no nórdico combinado. A modalidade terá, no sábado, a prova de saltos de esqui e, no domingo, a corrida de 15 km.

O snowboarding estreou na Olimpíada de Inverno de 1998, em Nagano. A alemã Nicola Thost, que ganhou aí a primeira medalha de ouro na prova de halfpipe feminina, acredita que não irá repetir esta façanha em Salt Lake City. Ela quebrou o braço em dezembro e ficou muito tempo parada sem treinar.

No esqui alpino, talvez o esporte de inverno de maior prestígio, teremos logo no domingo a final do downhill masculino, uma das provas mais espetaculares. Os atletas alemães não deverão ter nenhum papel de destaque. O grande favorito é o austríaco Stephan Eberharter.

Leia mais