1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Alemães engajados contra a pobreza no Brasil

Iniciativas de alemães e brasileiros na Alemanha financiam projetos no Brasil, que visam diminuir os índices de pobreza, analfabetismo e desemprego através de programas de reintegração social e formação profissional.

default

Favela no Rio de Janeiro

Sensibilizadas com os problemas sociais das regiões mais pobres do Brasil, organizações não-governamentais alemãs ajudam instituições brasileiras através do desenvolvimento de projetos dirigidos a crianças e jovens carentes, inclusive meninos em situação de rua.

Com a aprovação do projeto Salvador-Bahia pelo Ministério da Cooperação Econômica da Alemanha, em 2003, a ONG Brasilien-Initiative Freiburg começou, em março de 2004, a apresentar ações e prioridades com a intenção de beneficiar crianças, adolescentes e idosos da favela Dois de Julho, na capital baiana.

Com um financiamento de 13% do total do custo do projeto, a entidade alemã – fundada há 26 anos - contribui na construção de uma creche, onde mães solteiras podem deixar os filhos. Ela atende atualmente 100 crianças, complementando a educação escolar. Já o programa de formação profissional prevê atender 20 jovens nos próximos quatro meses em oficinas de computação, eletrotécnica e marcenaria.

Para dar vida nova aos idosos, a instituição ajuda a manter em Salvador um centro de recreação com encontros para troca de experiências e atividades, como o cultivo de ervas em pequenas hortas.

De acordo com o professor e fundador da Brasilien-Initiative Freiburg, Günther Schulz, a expectativa é destinar cerca de 90 mil euros até 2006 para a realização destes programas.

Meninos de rua ganham nova perspectiva

Straßenkind in Brasilien

Menino em situação de rua no Brasil

A organização não-governamental sem fins lucrativos também colabora com o projeto Casas Taiguara e Taiguarinha, em São Paulo, que visa oferecer novas perspectivas aos meninos vivendo em situação de rua, muitos deles usuários de drogas.

Segundo Schulz, o grande desafio é a reintegração dessas crianças e adolescentes em suas famílias. "Para isso, estamos apoiando a contratação e manutenção de quatro psicólogos através da doação de 20 mil euros nos próximos 18 meses", declara à DW-WORLD.DE.

Os profissionais qualificados realizam acompanhamentos terapêuticos e visitas às favelas para conversar com os familiares responsáveis. Até a criança voltar para sua família, a instituição lhe oferece moradia, explica o professor. "O nosso objetivo é, além disso, mostrar que podemos ajudá-los a se livrarem das drogas", complementa o professor.

Direcionada a crianças de até 12 anos de idade, a Casa Taiguarinha tem o objetivo de incentivá-las a concluir o ensino básico escolar e despertar nelas o interesse pela formação profissional. Já a Casa Taiguara atende adolescentes entre 12 e 18 anos, que recebem orientação pedagógica para o reconhecimento de aptidões, características e principais qualidades, ajudando-os a se decidirem por uma profissão.

Segundo a coordenadora administrativa das Casas Taiguara e Taiguarinha, Marie Felice, o apoio financeiro da Brasilien-Initiative Freiburg tem sido muito importante para a manutenção das atividades e dos profissionais.

"A contribuição da instituição alemã permite investimentos no aperfeiçoamento profissional de nossos educadores, na compra de materiais para a realização de atividades com as crianças e adolescentes, a manutenção de projetos já existentes e de outros, que queremos implantar nas Casas", declara Felice.

Leia mais

Links externos