1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Alemães bravos com São Pedro

Site de meteorologia publica mails de usuários que querem desabafar a mágoa pelo mau tempo. Destinatário é São Pedro, embora ninguém saiba explicar por que o apóstolo é considerado responsável por fenômenos atmosféricos.

default

Verão 2004 na Alemanha

"Não é possível, São Pedro! Acabo de voltar das férias em Maiorca! Tinha sol e 35º todos os dias! Agora estou aqui de volta à Alemanha e não paro de tremer de frio! E isto em pleno verão! Isto precisa melhorar, por favor!" Os pontos de exclamação depois de cada frase devem ser expressão do desespero do autor dessas linhas. Elas se encontram na seção "Envie um mail a São Pedro" do site alemão de meteorologia www.wetter.de.

Falar que o tempo está ruim, neste verão, é um eufemismo. Dias cinzentos como no outono, termômetros dançando em torno dos 15º, piruetas repentinas para cima, que causam por sua vez turbulências atmosféricas. O que resta, após os relâmpagos, trovões e ventanias – além dos relatos sobre árvores caídas, telhados descobertos e feridos – é um mormaço acachapante no ar. Até que a coluna de mercúrio volte a cair e a ciranda recomece.

Sommer in Deutschland

Quem quer saber de praia com este tempo?

Uma outra usuária diz o que muitos pensam: não precisa ser como o "verão do século" do ano passado, uma chuvinha de vez em quando não faz mal, mas por favor, pelo menos no fim de semana um tempo melhor para se poder gastar o cupom de ingressos para a piscina, comprado com antecedência em expectativa otimista.

Tempo deixa indisposto e doente

Uma pesquisa de opinião do instituto Emnid revelou que quase um terço dos alemães se sentem desanimados em conseqüência do tempo, 21% ficam mesmo doentes. E 9% dos 1000 entrevistados já tomaram uma providência, saindo espontaneamente de férias para regiões privilegiadas pelo sol.

A idéia de abrir na internet um canal de desabafo ocorreu aos responsáveis pelo site – eles já avisaram que vão substituir por *** eventuais xingamentos contidos nos mails – porque "tem gente que confunde os meteorologistas com São Pedro". Ou seja, os serviços de meteorologia vêm recebendo reclamações de pessoas descontentes. Neste caso, os profissionais não têm a menor dúvida em passar a responsabilidade adiante, a quem na crença popular é responsável pelos fenômenos atmosféricos.

Por que São Pedro?

Blitz und Gewitter in Belgien

Desde tempos antigos, os povos sempre atribuíram a uma entidade divina o poder sobre as intempéries. Do indígena Tupã ao nórdico Thor, passando pelo romano Júpiter – inúmeros são os nomes do deus que domina trovões, relâmpagos e raios.

Os léxicos dos santos católicos atribuem diferentes funções ao apóstolo que se chamava Simão e é considerado primeiro papa da Igreja. São Pedro é o patrono dos pescadores, dos porteiros, dos arrependidos e penitentes, protetor das viúvas, de pessoas em delírio, com problemas nos pés, com febres, dos idosos, mas também dos padeiros, dos construtores de pontes, dos açougueiros, dos relojoeiros, sapateiros, agricultores e construtores de barcos e redes.

Nenhuma explicação para o controle do tempo, apenas suposições. Como a expressa por Gunther Hirschfelder, coloniano versado em costume populares. O povo certamente atribuiu mais esta função a São Pedro com base nas palavras de Jesus ao apóstolo: "Dar-te-ei as chaves dos reinos do céu..." Afinal, quem tem as chaves decide quando abrir a porta, fazendo chover a cântaros.

Interessante é que a atribuição se expressa também em ditos populares. No Brasil, a mães costumam acalmar crianças assustadas com trovões e relâmpagos, afirmando que São Pedro está mudando os móveis de lugar no céu. Nos alemães, o barulho lembra o jogo do bolão. E quando nuvens branquinhas povoam o céu azulado – claro – São Pedro está guardando suas ovelhas.

Leia mais

Links externos