1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Alemã Sabine Lisicki perde final em Wimbledon

Tenista berlinense não consegue controlar os nervos. Cometendo muitos erros, ela foi derrotada pela francesa Marion Bartoli em dois sets. Lisicki é a primeira alemã numa final de Wimbledon desde 1999.

A Alemanha toda torceu pela tenista Sabine Lisicki, número 24 no ranking da WTA e revelação em Wimbledon, o mais importante torneio de tênis do mundo. Mesmo os britânicos estavam torcendo pela berlinense. Entretanto a atleta de 23 anos não conseguiu dominar os nervos e perdeu a final contra a francesa Marion Bartoli, a número 15 do mundo, por dois sets claros, com parciais de 6/1 e 6/4. Ironicamente, Lisicki cometeu muitos erros em sua quadra favorita, a Centre Court.

"Fiquei muito pressionada com a situação", reconheceu, ainda em lágrimas, durante a cerimônia de premiação, para em seguida parabenizar a adversária. "Marion esteve bem demais. Eu gostaria muito de ter ganhado e espero que ainda venha a ter uma segunda chance."

Bartoli, que venceu seu primeiro torneio de Grand Slam, consolou a adversária: "Sabine, tenho certeza de que um dia você vai ganhar um grande torneio", disse a francesa de 28 anos ao fim da partida.

Desempenho superior

Após um momento inicial de nervosismo, Marion Bartoli conseguiu retomar a calma e dominou o primeiro set, que venceu com rapidez. Com um excelente desempenho, colocou várias vezes Lisicki em situações difíceis. O segundo set foi marcado por ralis emocionantes, mas os decisivos foram vencidos pela francesa. Quando o placar estava 6 a 1, Bartoli perdeu três match points, que Lisicki conseguiu aproveitar.

Wimbledon-Finale in London Marion Bartoli Sabine Lisicki

Marion Bartoli (e) e Sabine Lisicki durante premiação

A esperança voltou quando Lisicki conseguiu retomar o saque e diminuir para 5/4. Mas Bartoli manteve a concentração e conseguiu fechar o jogo após 1h21m, sagrando-se campeã em Wimbledon pela primeira vez, em sua segunda final disputada no torneio. Uma vitória que rendeu à atleta uma soma recorde de 1,86 milhão de euros.

Lisicki, que participava pela primeira vez de uma final de Grand Slam, embolsou 931 mil euros. A alemã subiu no ranking mundial do 24º lugar para o 18º. Sua melhor classificação foi a 12ª posição, em maio do ano passado.

Ela é a primeira alemã a chegar à final de Wimbledon, desde Steffi Graf. Na oitava-de-final, chegou a derrotar a grande favorita Serena Williams. Com isso, Graf permanece como a última vencedora alemã de Wimbledon, que ganhou por sete vezes, a última em 1996. A última final disputada por uma alemã foi em 1999, quando Steffi Graf perdeu para a norte-americana Lindsay Davenport.

Leia mais