1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Al Qaeda reivindica autoria de atentado a jornal em Paris

Em vídeo, braço da organização terrorista no Iêmen afirma que ataque a semanário satírico "Charlie Hebdo" foi realizado para vingar o profeta Maomé.

Num vídeo divulgado na internet, o braço da organização terrorista Al Qaeda no Iêmen reivindicou nesta quarta-feira (14/01) o ataque terrorista contra o semanário satírico francês Charlie Hebdo.

No vídeo postado no YouTube, a Al Qaeda na Península Árabe (Aqap) usou os insultos contra o profeta Maomé feitos pelo jornal como justificativa para o atentado.

"Na abençoada Batalha de Paris, nós, a Organização da Al Qaeda na Península Árabe, reivindicamos a responsabilidade por essa operação como vingança pelo Mensageiro de Deus", disse Nasser bin Ali al-Ansi, da Aqap na gravação.

O atentado ao Charlie Hebdo, ocorrido há uma semana, foi realizado pelos irmãos Said e Cherif Kouachi e deixou 12 mortos. No ataque, os atiradores gritaram "vingamos o profeta" e Allahu Akbar (Deus é grande).

Cherif Kouachi estudou no Iêmen, onde frequentou campos de treinamento da Aqap, segundo fontes de segurança iemenitas e um colega de classe.

LPF/rtr/afp/dpa

Leia mais