1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Agressor de Tuğçe é condenado a três anos de prisão

Tribunal alemão condena adolescente de 18 anos que reconheceu ter batido na jovem após ela ter defendido duas garotas de assédio numa lanchonete. Tuğçe morreu poucos dias depois, em decorrência de lesões no cérebro.

O Tribunal Regional de Darmstadt condenou nesta terça-feira (16/06) a três anos de prisão o adolescente de 18 anos que era réu no processo da morte da estudante alemã de origem turca Tuğçe Albayrak. Ele foi condenado por lesão corporal seguida de morte.

Em 15 de novembro de 2014, o sérvio Sanel M., que cresceu na Alemanha, agrediu Tuğçe com tamanha violência que a jovem caiu e bateu com a cabeça no chão, o que resultou em graves ferimentos no crânio e no cérebro. Ela entrou em coma e teve a morte cerebral constatada no dia 26/11. Dois dias depois, data do 23º aniversário de Tuğçe, os pais dela optaram por desligar os aparelhos que a mantinham viva.

Tugce Albayrak Porträt

A jovem alemã de origem turca Tuğçe Albayrak

O acusado reconheceu perante o tribunal ter agredido Tuğçe, mas afirmou que jamais pensou que ela fosse morrer. "Essa agressão foi o pior erro da minha vida. Só posso dizer que sinto muito."

A agressão aconteceu no estacionamento de uma lanchonete na cidade de Offenbach, perto de Frankfurt. Pouco antes, Tuğçe teria intercedido em favor de duas meninas que eram assediadas pelo acusado e outros jovens no banheiro do restaurante.

O caso gerou comoção na Alemanha e teve ampla repercussão na imprensa nacional e também internacional. Por ter intercedido em favor de pessoas que eram ameaçadas, Tuğçe foi considerada um exemplo de coragem cívica.

AS/dpa/epd

Leia mais