1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Adorno: de outsider a clássico do século

As teorias de Theodor W. Adorno, um dia banidas do establishment acadêmico por defensores da tradição filosófica, foram ao longo dos anos se transformando em "clássicos interdisciplinares".

default

Adorno (c) em Frankfurt, entre o escritor Heinrich Böll e o editor Siegfried Unseld

Quem diria que mais de 30 anos após sua morte, seu nome estaria sendo emoldurado com tantas pompas e condenado à imortalidade dos cânons da filosofia. Nos países de língua alemã, o centenário de Adorno foi descoberto pela mídia, que vem assolando o leitor com um infindável número de textos sobre o autor de Teoria Estética.

Enquanto agências de notícias disseminam seus rápidos "pacotes filosóficos", os cadernos de cultura dos grandes jornais despejam gradualmente sobre os leitores artigos para os mais variados gostos. Esperanças em uma dialética descartável de um esclarecimento fugaz? Mas apesar da onda de popularidade, é no meio acadêmico que a atualidade dos escritos de Adorno vem sendo e ainda será por um bom tempo discutida à exaustão.

São "eventos" que provavelmente causariam uma certa aversão no próprio Adorno, pelo que se pode deduzir do teor irônico de uma de suas cartas a Ernst Bloch - datada de 26 de julho de 1962: "Você quer vir a Münster, para o chamado Congresso de Filósofos? Eu darei lá uma palestra sobre a Dialética do Progresso [...] Seria ótimo se você viesse, embora o termo congresso de filósofos deva provocar em você a mesma disposição que em mim".

Centrados em temas como Análise Musical e Teoria Crítica, A lição da verdadeira vida no falso, Teoria, Arte, Ciência ou Dialética da Liberdade, são vários os eventos acadêmicos dedicados ao centenário de Adorno. Acompanhe aqui o programa de alguns deles:

Frankfurt: A Universidade Johann Wolfgang Goethe e o Instituto de Pesquisa Social de Frankfurt programam uma Conferência Internacional Adorno, a ser realizada entre os dias 25 e 27/09. O objetivo é detectar "o conteúdo crítico dos textos de Adorno no âmbito das discussões atuais nas áreas de Filosofia, Sociologia e Estética". Estão planejados vários workshops e seis grandes plenários de discussão, com comunicações entre outros sobre Filosofia e Psicologia da Moral, Fenomenologia da Cultura Popular e Psicanálise. O evento será aberto com uma palestra de Jürgen Habermas.

Zurique: O congresso a ser realizado na Universidade de Zurique entre os dias 16 e 18/09 é dedicado ao que pode ser considerado como o impulso existencial do pensamento de Adorno: a negação. O evento pretende refletir sobre as dificuldades enfrentadas por essa espécie de não conformismo. A questão principal a ser tratada discute qual relevância tem uma filosofia do século 21 que justifica sua própria existência com base no "sofrimento, medo e ameaças" históricas. A partir da Teoria Crítica de Adorno serão debatidos os tópicos: Arte Contemporânea e Teoria Estética; Cultura Popular e Indústria Cultural; A Metafísica Após Seu Fim.

Chemnitz: Nos dias 7 e 8/11, a Universidade Técnica de Chemnitz discute o caráter interdisciplinar da obra de Adorno. "Há poucas disciplinas dentro das Ciências Humanas em que não se sintam os efeitos de sua teoria", afirmam os organizadores. Serão analisados os campos com os quais os textos de Adorno dialogam, entre estes Estética, Psicanálise, Lingüística, Ciências Políticas, Musicologia e Literatura Comparada. Trata-se do único evento acadêmico de grande porte programado para celebrar o centenário do autor no território que pertencia à ex-Alemanha Oriental.

Freiburg: Organizado pela Escola Superior de Música, pela Sociedade para Música e Estética e pela Universidade de Freiburg, o evento que vai do dia 2 ao 5/10 é intitulado Crítica - Fenomenalidade - Arte. Entre os temas tratados estão os conflitos e as semelhanças entre Adorno e Heidegger e os reflexos destes paralelos para a discussão sobre arte e ciência atuais. O simpósio interdisciplinar pretende travar um diálogo entre as perspectivas filosóficas, estéticas, musicológicas e relacionadas à análise literária na obra de Adorno, tendo como ponto central sua Teoria Estética.

Leia mais