1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Adhemar deixa o Stuttgart e volta ao São Caetano

Artilheiro do campeonato brasileiro de 2000 cansou da reserva. Acordo é de empréstimo por um ano, mas Adhemar espera ficar em definitivo no São Caetano.

default

Em 1,5 ano, o brasileiro marcou apenas nove gols na Bundesliga

Após semanas de negociação, o Stuttgart e o empresário do atacante brasileiro, Juan Figer, chegaram a um acordo nesta sexta-feira. Adhemar voltará ao São Caetano através de empréstimo por um ano. Mas o jogador de 30 anos "espera ficar em definitivo" no clube paulista, conforme afirmou ao DW-WORLD.

O Stuttgart, porém, ainda não descartou a hipótese de tê-lo de volta. "Com este acordo, ambos os lados podem se dar por satisfeitos. Adhemar retorna à pátria e o Stuttgart receberá uma taxa de empréstimo. Além disto, se Adhemar recuperar sua forma no Brasil, nós podemos aproveitar o direito de opção no próximo ano", declarou Rolf Rüssman, diretor de futebol do clube alemão.

Ao DW-WORLD, Adhemar declarou ter decidido deixar o Stuttgart por ter cansado de ficar na reserva. Contratado como esperança de gol para salvar o time do rebaixamento no início de 2001, o atacante jamais conseguiu firmar-se como titular, apesar de ter marcado três gols em sua estréia.

Oficialmente, Adhemar marcou nove gols em 39 partidas de Campeonato Alemão. Estatística que, segundo ele, estaria inflacionada pelas vezes em que entrou durante o jogo como substituto. "Se comecei jogando 20 jogos, foi muito", afirmou.

Ele atribui a reserva a uma questão de "opção do treinador" Felix Magath, com quem, segundo o artilheiro do campeonato brasileiro de 2000, mantinha "bom relacionamento". Indagado se leva mágoas do futebol alemão, Adhemar brincou: "Não, levo algumas marcas de carrinho."