Acidente com avião militar fere dezenas na Sibéria | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 19.12.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Rússia

Acidente com avião militar fere dezenas na Sibéria

Aeronave realiza pouso de emergência na região de Sakha em razão de fortes ventos laterais, deixando 32 feridos, dos quais 16 em estado grave, segundo autoridades.

Mapa indica local próximo a Tiksi, na Sibéria, onde aeronave realizou pouso de emergência

Mapa indica local próximo a Tiksi, na Sibéria, onde aeronave realizou pouso de emergência

Um avião militar russo sofreu um acidente na Sibéria, nesta segunda-feira (19/12), durante a aproximação para o pouso, ferindo 32 das 39 pessoas a bordo, segundo autoridades. O Ministério da Defesa, citado por agências de notícias russas, afirmou que 16 pessoas sofreram ferimentos graves.

A aeronave Ilyushin-18, que transportava 32 passageiros e 7 tripulantes, fez um pouso de emergência na região siberiana de Sakha. Todas as pessoas a bordo sobreviveram, mas entre os 16 que apresentam ferimentos graves, 4 estão em estado crítico. Todos os feridos foram transportados de helicóptero para hospitais da região, segundo as autoridades locais.

Os passageiros eram militares da região siberiana de Krasnoyarsk. O avião deveria pousar em Tiksi, a 4,3 mil quilômetros de Moscou, além do Círculo Polar Ártico, mas foi encontrado a 30 quilômetros do aeroporto. O motivo do pouso de emergência foram os "fortes ventos laterais com rajadas", segundo autoridades.

Relatos iniciais na imprensa afirmavam que várias pessoas morreram, mas as autoridades russas desmentiram essa informação, afirmando que nenhuma pessoa morreu no acidente.

O Ministério da Defesa afirmou ter enviado uma aeronave especialmente equipada para transportar os feridos que estiverem em condições de viajar para hospitais em Moscou ou São Petersburgo.

RC/ap/afp 

Leia mais