1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Acervo do Guggenheim abre suas portas em Bonn

Uma das maiores fundações de artes do mundo, a Guggenheim, apresenta duzentas de suas mais importantes obras em Bonn. De Kandinsky a Warhol, de Monet a Picasso, a exposição retrata movimentos artísticos do século 20.

default

Sala dedicada à Pop Art

O Pavilhão de Artes e Exposições (Kunst- und Ausstellungshalle), em Bonn, recebe, de 21 de julho a 7 de janeiro de 2007, a exposição The Guggenheim Collection, que conta com aproximadamente 200 obras do acervo da Fundação Guggenheim, oriundas de seus cinco museus: Nova York, Veneza, Berlim, Bilbao e Las Vegas.

Guggenheim-Ausstellung in Bonn

Thomas Krens, diretor da Fundação Guggenheim

"A intenção não era só exibir as obras de maior importância, mas contar a história de nossa instituição através da arte", afirmou Thomas Krens, diretor da Fundação Guggenheim, nesta quinta-feira (20/07).

A quantia investida para documentar a trajetória de quase 20 anos foi estimada em 12 milhões de euros e dividida entre o governo federal alemão e a companhia telefônica Deutsche Telekom, patrocinadora oficial do evento.

No total, a mostra ocupa uma área de seis mil metros quadrados. "Se há algum porém em todo esse projeto é que o ideal seria ter mais uns 20 mil metros quadrados à nossa disposição", brinca Krens, referindo-se à extensão do acervo da fundação que dirige.

Guggenheim Ausstellung - Wassily Kandinsky

Um dos quadros mais famosos de Kandisky pode ser visto na mostra

Entre o conjunto de obras do século 20 estão quadros de Edouard Manet, Paul Cézanne, Henri Matisse, Vassily Kandinsky, Marc Chagall, Constantin Brancusi, Piet Mondrian, Joan Miró, Max Beckmann e Alexander Calder.

A arte pós-1945 está representada pelas correntes do Expressionismo Abstrato (Rothlo), da Pop Art (Warhol, Dine, Oldenburg) e do Minimalismo (Carl Andre, Richard Serra, Roni Horn), assim como nas obras de artistas europeus como Mario Merz, Joseph Beuys, Georg Baselitz e Andreas Gursky.

Programação além dos quadros

The Guggenheim Collection Eine künstliche Barriere aus blauem, rotem und blauem fluoreszierendem Licht des Künstlers Dan Flavin steht am Donnerstag, 20. Juli 2006, in der Bundeskunsthalle in Bonn

Obra com luzes fluorescentes de Dan Flavin

O espaço da exibição se estende até o museu vizinho, o Kunstmuseum Bonn, onde 1500 metros quadrados abrigam obras de artistas da cena contemporânea, como o canadense David Altmeid, a americana Anna Gaskell e os britânicos Matthew Ritchie e Rachel Whiteread.

Também estão programadas atividades paralelas dentro do contexto da exposição, tais como exibição de reportagens, documentários e filmes, noites temáticas com apresentações de música e literatura, e workshops para todas as idades.

Guia eletrônico audiovisual

BdT v. 21.07.2006 Ausstellung The Guggenheim Collection in der Bundeskunsthalle Bonn

Visitante observa obra de Andy Warhol

Para guiar os visitantes pela exposição, foram desenvolvidos aparelhos multimídia com recursos audiovisuais que funcionam como um guia eletrônico. Em princípio, o MediaGuide é como os guias auditivos com fones de ouvido disponibilizados em diversos museus: cada peça ou obra de arte tem um número específico e o visitante deve digitá-lo para obter maiores informações.

A diferença é que, com o MediaGuide, o visitante pode se aprofundar no assunto de acordo com seu interesse, assistindo a vídeos explicativos e escutando narrações sobre a vida dos artistas ou explicações sobre determinado movimento. O aparelho, que tem a aparência de um palmtop, pode ser alugado e existem guias especiais para crianças.

O ingresso normal custa 12 € e, com desconto, 7 €. A exposição pode ser visitada nos seguintes horários:

Domingos, segundas e quintas: das 9h às 19h

Terças e quartas: das 9h às 21h

Sextas e sábados: das 9h às 22h

Leia mais