1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleição na Alemanha

Abstenção pode ser maior que em 1998

Uma pesquisa da agência alemã de notícias DPA cinco horas antes do fechamento das urnas revelou que em apenas três Estados do nordeste alemão há uma clara tendência de maior número de votantes em relação a 1998.

default

Eleitores em traje típico da Baviera: número de abstenções deve ser grande este ano

Analistas apontam para a diferença de comportamento entre eleitores das antigas Alemanha Ocidental e Oriental (de regime comunista). Enquanto os da parte ocidental são mais fiéis ao voto partidário, os do leste do país orientam-se mais pelo seu desempenho.

Ainda segundo a pesquisa, até o meio-dia deste domingo (hora local), em seis metrópoles alemãs haviam votado 4% menos eleitores que em relação a quatro anos atrás.

O coordenador-geral da eleição na Alemanha, Johann Hahlen, acredita que o índice de abstenção será maior que o de 1998. Até as 14 horas deste domingo, 43% dos eleitores haviam comparecido às seções eleitorais, quatro pontos percentuais a menos que na última votação nacional. Aí, entretanto, não estão contabilizados os votos por carta, recolhidos pelos correios nas últimas semanas.

A eleição à chancelaria federal é indireta na Alemanha. Estão sendo escolhidos 598 deputados federais, que irão compor o Bundestag, a câmara baixa do Parlamento alemão. O país tem 61,2 milhões de eleitores, dos quais 3,3 milhões votam pela primeira vez. Como o voto não é obrigatório, há quatro anos, este direito democrático foi exercido por apenas 82,2% do eleitorado alemão.

Leia mais

  • Data 22.09.2002
  • Autoria rw
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/2gur
  • Data 22.09.2002
  • Autoria rw
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/2gur