1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

A320 é modelo mais popular da Airbus

Desde 1984, companhia europeia já fabricou 6.400 aeronaves do tipo, das quais cerca de 6.100 ainda estão em atividade. Número de acidentes passa de 20, com mais de mil mortos.

Assistir ao vídeo 01:26

A320 e o sistema "Fly by wire"

O A320, modelo do avião da Germanwings que

caiu nesta terça-feira (24/03)

no sul da França, é o de maior sucesso da fabricante de aeronaves europeia Airbus. O avião, que pode acomodar no máximo 180 passageiros, é considerado de alta confiabilidade.

Empresas aéreas de baixo custo, como a

Germanwings

, costumam utilizar a aeronave, que tem autonomia média de voo de 4.900 quilômetros. A velocidade máxima do A320 é de 900 quilômetros por hora, voando em altitudes de cerca de 12 mil metros.

Desde que entrou em operação, em 1988, o A320 se tornou um dos favoritos das empresas aéreas, em razão dos baixos custos de manutenção se comparado a seu concorrente direto, o modelo 737 da americana Boeing.

Desde 1984, a Airbus já fabricou mais de 6.400 aeronaves A320, das quais cerca de 6.100 ainda estão em atividade.

A família dos Airbus A320, que inclui também as aeronaves A318, A319 e A321, oferece a vantagem de que muitos de seus componentes são compatíveis entre os modelos, que podem ser operados da mesma forma. Isso possibilita às empresas aéreas economias tanto em treinamento de funcionários quanto na parte técnica.

Já houve mais de 20 acidentes envolvendo essa família de aviões, que deixaram, juntos, mais de mil mortos. O voo TAM 3054, que caiu em julho de 2007 em São Paulo, era um Airbus 320, assim como o voo 1549 da US Airways, que foi forçado a pousar no Rio Hudson em janeiro de 2009.

Os maiores acidentes envolvendo Airbus A320:

Junho de 1988: Airbus da Air France cai durante show aéreo na cidade de Mulhouse-Habsheim, matando três pessoas.

Fevereiro de 1990: Aeronave da Indian Airlines sofre acidente ao pousar em Bangalore, no sul da Índia, deixando 92 mortos.

Janeiro de 1992: Avião da empresa francesa Air Inter cai no leste da França, próximo a cidade de Estrasburgo, deixando 87 mortos. Nove pessoas sobreviveram.

Setembro de 1993: Incêndio em um A320 da Lufthansa, ao pousar nas proximidades de Varsóvia, na Polônia, deixa dois mortos e 54 feridos.

Agosto de 2000: Uma aeronave da Gulf Air cai no mar na costa do Bahrein e mata 143 pessoas.

Maio de 2006: Queda de um avião da Armavia no Mar Negro deixa 113 mortos.

Julho de 2007: Aeronave da empresa brasileira TAM ultrapassa limites da pista ao pousar no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e colide com um edifício. Quase 200 pessoas morreram.

Novembro de 2008: Durante um voo de testes, aeronave da Air New Zealand cai no mar, na costa do Mediterrâneo, matando sete pessoas.

Julho de 2010: Devido à má visibilidade, Airbus da empresa paquistanesa Airblue colide em colinas próximas a Islamabad, deixando 152 mortos.

Dezembro de 2014: Aeronave da AirAsia cai no Mar de Java e mata 162.

RC/rtr/dw

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados