1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

A vez dos robôs em Munique

A indústria mecânica alemã acaba de passar por dois difíceis anos de crise. Em contrapartida, os fabricantes de robôs industriais e outros setores que oferecem soluções de automação vão de vento em popa.

default

Robôs na montagem de bancos de carros

A Feira Industrial de Hanôver, até agora palco tradicional para a apresentação das novidades mundiais da indústria, ganhou um concorrente. Trata-se da Automatica, a primeira feira internacional de robótica e automação, que termina nesta sexta-feira (17), em Munique. Para a estréia da feira, que deverá se realizar a cada dois anos, vieram 565 expositores de 22 países à capital da Baviera.

Não só curiosidades

Robôs para todos os gostos e necessidades puderam ser vistos no sul da Alemanha, dos que servem cerveja aos que sobem e descem escadas. Deixando de lado o pequeno palco de curiosidades, a grande maioria dos produtos apresentados na Automatica destina-se a setores da indústria tradicional.

"No nosso estande, qualquer um encontra o que procura, seja da indústria automobilística, de alimentos, bebidas ou metalurgia", assinalou Michael Otto, chefe de marketing da Kuka Roboter. A empresa de Augsburg, sul da Alemanha, é a terceira maior do mundo em seu ramo.

Setor com grandes objetivos

Beneficiado acima de tudo pelos investimentos da indústria automobilística, o faturamento do setor alemão de automação teve um crescimento de 7% no ano passado, ou seja, 6,5 bilhões de euros. Para o ano corrente, e — espera-se — graças à nova feira, as perspectivas são de 6,9 bilhões de euros.

Gerald Mies, gerente de vendas na Alemanha da japonesa Fanuc Robotics, a líder mundial no setor, destaca a importância da nova feira: "Com a Automatica, tem-se pela primeira vez uma vitrine para os produtos de robótica. Isto é, esperamos que venha um público especializado que nos apresente seus problemas. Aqui os fabricantes de robôs podem comparar a situação frente à concorrência e o cliente tem a oportunidade ideal de ser aconselhado e procurar alternativas."

Robótica com futuro

Ao destacar a importância do evento, Mies acrescentou que o Robot Show de Tóquio é a única feira em nível mundial comparável à Automatica. Para ele, a tradicional Feira Industrial de Hanôver deixou de ser um palco ideal para a indústria de robôs.

Os produtos expostos na primeira feira internacional de robótica e automação, no entanto, não são nenhum acessório para filmes de ficção científica. O visitante desavisado procurará em vão por robocops ou babysitters de lata. "Trouxemos alguns artigos a título de curiosidade, como o robô que mistura drinques", conta Gerald Mies, "mas ainda prefiro uma bela garçonete a um robô atrás do balcão."

Leia mais