1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

A seis semanas da Euro, explosões deixam dezenas de feridos na Ucrânia

Quatro bombas deixam ao menos 27 feridos na Ucrânia, que sediará a Eurocopa a partir de junho. Explosões ocorrem na cidade natal da líder oposicionista Yulia Timoshenko.

Ao menos 27 pessoas ficaram feridas nesta sexta-feira (27/04), incluindo nove crianças, após as explosões de quatro bombas em diversos pontos de Dnipropetrovsk, cidade no centro-leste da Ucrânia. O Ministério Público da cidade anunciou a abertura de uma investigação por terrorismo.

O ministro ucraniano do Interior, Vitali Zakhartchenko, indicou que vai visitar os locais das explosões, de acordo com a agência Interfax-Ucrânia. O presidente, Viktor Yanukovich, disse que as explosões são "um desafio para todo o país".

Dnipropetrovsk, localizada a 400 quilômetros a sudeste da capital Kiev, é um dos antigos centros industriais da ex-república soviética e era um centro da indústria nuclear, bélica e espacial na era soviética. É também a cidade natal da líder da oposição, Yulia Timoshenko.

Ukraine Bombenexplosion in Dnjepropetrowsk

Primeira bomba explodiu em uma parada de bondes

Ataques a bomba são ocorrências pouco usuais no país, que sediará a Eurocopa em junho e julho próximos, juntamente com a Polônia. Entretanto, a tensão política vem crescendo devido à detenção de Timoshenko, condenada em outubro passado a sete anos de cadeia por suposto abuso de poder.

Sua prisão provocou críticas dos governos ocidentais, que consideram o processo uma vingança política do rival Yanukovitch, que a derrotou por margem estreita na última campanha presidencial, em fevereiro de 2010.

Líderes do partido de Timoshenko sugeriram que as explosões foram organizadas pelo próprio governo para desviar a atenção mundial da prisão da líder oposicionista, que está em greve de fome há uma semana.

Anschlägen in Dnipropetrovsk in Ukraine

Passantes socorrem pessoa ferida no local de uma das detonações

A primeira explosão ocorreu às 11h50 locais, perto de uma parada de bondes, ferindo 13 pessoas. A segunda detonação causou 11 feridos, nove deles crianças, e ocorreu às 12h20 locais, perto de um cinema, conforme informações do Ministério das Situações de Emergência.

Duas pessoas ficaram feridas devido à terceira explosão, ocorrida num parque às 12h45 locais. A quarta explosão aconteceu às 13h locais no centro da cidade e até o fim da tarde não havia informações sobre o número de feridos. Segundo a polícia, os explosivos foram colocados em latas de lixo.

MD/ap/rtr/lusa
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais