A revolução que a China quer esquecer | Assista aos vídeos selecionados pela equipe da DW Brasil | DW | 17.05.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Destaques em Vídeo

A revolução que a China quer esquecer

A Revolução Cultural de Mao Tsé-Tung completa 50 anos quase desconhecida dos jovens chineses. Episódio brutal que deixou até 2 milhões de mortos foi pouco lembrado pelo Partido Comunista.

Assistir ao vídeo 02:58
Ao vivo agora
02:58 min

A revolução que a China quer esquecer

A Revolução Cultural promovida por Mao Tsé-Tung é um dos eventos mais controversos da história da China. O episódio durou dez anos e instrumentalizou jovens que ingressaram na chamada Guarda Vermelha. Muitos denunciaram os próprios professores por alegadamente não seguirem a linha do partido comunista. Entre 1 milhão e 2 milhões de pessoas morreram no período da revolução. Mesmo 50 anos depois, este capítulo negro da história da China ainda não foi reparado.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados