1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

A primeira ninhada de cães de proveta

Técnica usada há quase quatro décadas na reprodução humana assistida é adaptada, pela primeira vez, com sucesso para cachorros. Para pesquisadores, método pode ser usado para salvar espécies ameaçadas de extinção.

Pesquisadores da Universidade Cornell, nos Estados Unidos, anunciaram a primeira ninhada de cachorros gerada por meio da técnica de fertilização in vitro. O nascimento representa um avanço científico.

"Desde meados da década de 1970, pessoas estão tentando reproduzir cachorros com esse método, mas nunca tiveram sucesso", afirmou Alex Travis, um dos autores do estudo publicado nesta quarta-feira (09/12) na revista científica Plos One.

Os sete filhotes nasceram no dia 10 de julho, sendo cinco beagles e dois uma mistura de beagle com cocker spaniel. Ao todo, 19 embriões foram implantados em uma cadela.

O processo de fertilização in vitro, no qual os óvulos são fecundados em laboratório e depois o embrião é colocado na fêmea, é empregado há quase 40 anos na reprodução humana assistida. No entanto, a técnica não havia tido sucesso em espécies caninas, pois seu ciclo reprodutivo difere de outros animais.

Segundo o estudo, as fêmeas caninas ovulam somente uma ou duas vezes por ano, e seus óvulos tendem a ser menos maduros nesse período. Para a atual descoberta, os cientistas se basearam em método desenvolvido em 2012. Naquele ano, o laboratório de Travis conseguiu produzir o primeiro filhote canino, no Hemisfério Norte, nascido de um embrião congelado.

O pesquisador afirmou que a fertilização in vitro pode ser usada para ajudar a salvar espécies ameaçadas de extinção que vivem em cativeiro. Travis foi além, e disse ainda que a técnica abre as portas para detectar características genéticas que causam doenças e corrigi-las preventivamente.

A principal autora do estudo, Jennifer Nagashima, ressaltou que há diversas doenças genéticas que afetam humanos e cachorros. Cães e o homem compartilham mais de 350 doenças e características hereditárias, quase o dobro do que qualquer outra espécie.

A técnica da fertilização in vitro foi desenvolvida no Reino Unido na década de 1970. O primeiro bebê de proveta nasceu em 1978.

CN/rtr/afp

Leia mais