1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cinema

A pequena Ludwigsburg tem a mais "prática" das escolas de cinema da Alemanha

Com 88 mil habitantes, cidade do sul da Alemanha abriga a caçula entre as instituições de ensino de cinema no país. Fundada em 1991, a Academia de Cinema de Baden-Württemberg é centro de excelência em animação.

Academia de Cinema de Ludwigsburg

Academia de Cinema de Ludwigsburg

O aluno que se informa sobre a possibilidade de estudar cinema na Alemanha talvez tenha na escolha pela Academia de Cinema de Baden-Württemberg, na cidade de Ludwigsburg, a opção mais próxima do mercado e mais distante da ideia glamorosa que envolve tradicionalmente a figura do "diretor" – algo talvez mais alimentado pela berlinense dffb ou pela Escola Superior de Artes de Hamburgo.

Com um ensino menos livre e altamente estruturado, a Academia é também a que mais oferece uma interseção sólida com o universo dos games e das novas mídias móveis. Sendo possivelmente a mais voltada às leis do mercado e às parcerias com grandes empresas da área. O que não significa que ali não seja incentivada a criatividade e às vezes também o rompimento de fronteiras.

É uma escola da "nova geração" – foi criada em 1991–, enquanto outras do país já contam com décadas de história. E aberta a uma rotatividade intensa de profissionais atuantes no mercado, que oferecem cursos ou seminários de curta duração. E é uma escola que "vende o próprio peixe", divulgando sua infraestrutura tecnológica e apostando na máxima do "learning by doing". Além de priorizar o trabalho em equipe, já que na prática do cinema, da televisão e de áreas afins essa será uma conduta indispensável e inevitável.

Cinema no sentido amplo do termo

Bildergalerie Open Air Kinos Ludwigsburg

Cinema ao ar livre em Ludwigsburg

Para ingressar na Academia de Cinema de Ludwigsburg é preciso ter concluído o ensino médio e comprovar pelo menos um ano de experiência profissional em áreas afins – ou seja, ninguém chega ali muito cru. A graduação dura oito semestres, mas existe também a possibilidade de ingressar para um "estudo de projeto", com duração de apenas quatro semestres: oportunidade para quem vem de alguma outra área e pretende pular para o cinema ou as mídias.

Embora a Academia não ofereça apenas "cinema" no sentido estrito do termo, tendo subdivisões em três grandes áreas principais: cinema + mídia, produção e composição de trilha sonora + sound design. Nos primeiros anos de curso, quem opta pela área de cinema + mídia tem aulas de fotografia e composição, roteiro, direção, além de animação e montagem/edição. No início do curso, a cada três meses são finalizados filmes de fato, realizados em equipe.

Animação, efeitos visuais e pós-produção

Já quem opta por produção pode escolher a partir do terceiro ano de graduação entre produção criativa, produção internacional ou produção de séries. Mas uma das pérolas da Academia de Ludwigsburg é o Instituto de Animação, Efeitos Visuais e Pós-Produção Digital, que faz parte da graduação em cinema + mídia e é o destino de quem quer se especializar em animação ou mídias interativas. O instituto aposta na formação de redes internacionais e na interseção com outras escolas semelhantes na França, Hungria, Estados Unidos, Canadá e com as grandes empresas do setor, como Pixar, Disney, Sony Pictures Imageworks ou Framestore.

O interessante é que esse instituto é responsável pela pós-produção digital (edição online, grading e mastering) de todos os projetos realizados pelos alunos da Academia. A ideia é formar profissionais não apenas para as animações que um dia vão chegar à tela do cinema, mas para o mercado da internet, dos games e do entretenimento em mídias móveis. Cada estudante recebe sua própria workstation com as ferramentas necessárias a seu campo de trabalho.

Academia de Cinema de Ludwigsburg

Academia de Cinema: animação e mídias interativas

Além da animação, o outro pilar do instituto são as mídias interativas. Quem opta por esse caminho, pode se transformar mais tarde num diretor de games, artista de games ou produtor de games. Essa vertente da escola tem na mira todas as plataformas e mercados das novas mídias, que vão desde o próprio cinema e a televisão, passando pelo setor de TI e de entretenimento, até os jogos eletrônicos, mídias sociais, exposições e eventos.

Pesquisas e parcerias

As pesquisas realizadas pela Academia são também muito voltadas para o setor das novas tecnologias, como por exemplo para a criação de ferramentas para softwares. Projetos realizados em Ludwigsburg já receberam inclusive prêmios de inovação neste setor. Já os estudantes de produção desfrutam das cooperações com emissoras de TV (tanto de direito público quanto privadas) e podem seguir até mesmo para a produção de filmes publicitários ou de séries para a televisão.

Uma das peculiaridades oferecidas por esta escola de cinema "jovem", localizada numa cidadezinha do sul alemão, longe dos grandes centros (e das outras principais escolas de cinema do país), é o programa de pós-graduação em parceria com a La fémis, de Paris. O programa de um ano de duração tem em vista o mercado europeu e está aberto a qualquer um que tenha formação em artes visuais ou experiência na indústria do cinema. Por ano são selecionados 18 candidatos, todos abaixo de 30 anos.

Enquanto algumas das outras instituições de ensino de cinema na Alemanha ainda remontam ao glamour que um dia envolveu a sétima arte, a Academia de Cinema de Ludwigsburg não tem a tradição das outras nem tantas celebridades entre seus ex-alunos, mas oferece em contrapartida excelentes condições materiais para quem quer "colocar a mão da massa". Ou seja, aprender fazendo.

Leia mais