1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

A influência da primavera nos homens

Com a chegada da primavera na Europa, não só as plantas e os animais mas também os homens começam a renascer. As mudanças que o sol e a elevação da temperatura provocam no sexo masculino são analisadas por biopsicólogos.

default

Hormônios a mil

A chegada da primavera muda a paisagem e influencia o comportamento masculino. Com o fim dos dias frios e escuros, as árvores voltam a brotar, as plantas começam a florir e os pássaros anunciam que estão de volta com seu canto. Neste contexto, os homens são tomados por um novo impulso de vida.

O sentimento que a primavera desperta na alma humana não passa despercebido pelos cientistas. O renomado biopsicólogo Onur Güntürkün, da Universidade de Bochum, é um especialista no assunto e vem se ocupando em analisar a influência que esta estação do ano provoca no corpo masculino. Ele afirma que todo o processo de transformação de comportamento começa nos olhos.

As células da retina, responsáveis pelo registro da luminosidade, regulam o ritmo dia-noite de acordo com o ciclo claro-escuro. A duração do dia registrada pela visão é decisiva para a sincronização do ritmo biológico com os ciclos sazonais, explicou Güntürkün.

Masculinidade em alta

Na primavera, os homens sofrem influência direta no comportamento com o aumento da claridade decorrente de dias mais ensolarados e também mais quentes. O especialista esclarece: “Os dias mais longos estimulam o aumento da taxa de testosterona nos homens”.

Isso não significa, entretanto, que basta ficar algumas horas embaixo de uma luz potente no inverno, por exemplo, para compensar a falta de luminosidade e tentar conseguir de forma artificial o mesmo efeito que a primavera provoca. Não dá certo. Experimentos com animais atestam que “o sistema hormonal e diversos outros processos cerebrais são ajustados na primavera ou no outono”.

Visão estimulante

O processo de mudança e adaptação corporal à nova época do ano, que se inicia agora na Europa, ocorre passo a passo e tem ligação direta com a visão. Com a elevação da temperatura, as mulheres deixam os casacos e blusões no armário e começam a vestir roupas mais leves, deixando algumas partes do corpo à mostra. Esta visão é estimulante para os homens, desencadeando uma reação biológica.

O biopsicólogo confirma que a mudança do vestuário feminino provoca uma estimulação ótica no sexo oposto, aumentando o nível de produção do hormônio masculino. Outro fator determinante é a adaptação do organismo humano ao aumento da temperatura ambiente.

Mais calor humano

No inverno, o corpo gasta mais energia para manter a temperatura do organismo constante. Na primavera, a diferença entre a temperatura ambiente e a do corpo é bem menor. Com isso, sobra energia que, no caso dos homens, acaba sendo canalizada para a reprodução. Este processo é considerado pelos biopsicólogos como um redirecionamento da energia excedente.

Às mulheres que pensam em investir a energia masculina excedente em outro tipo de atividade, como uma faxina na casa, Güntürkün alerta: “Eu duvido que os homens estejam dispostos a gastar esta energia extra com grandes tarefas físicas. O mais provável é que a maioria acabe aumentando suas reservas de gordura”. Isto seria uma péssima escolha, pois acabaria com o alto astral que a primavera desperta e ainda comprometeria o visual.

Leia mais