1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

A cara profissão de inventor

Em Nurembergue, realizou-se a IENA 2002 – Exposição Internacional de Idéias, Invenções e Inovações. Um total de 450 expositores de 23 países apresentaram ali, até este domingo (3/11) cerca de 650 novidades.

default

Um sistema contra incêndio de árvores de Natal foi apresentado na IENA do ano passado

Na Alemanha, transcorre uma média de quatros anos e meio entre o requerimento e a concessão de uma patente. Levando em consideração que uma novidade técnica tem uma vida média de quatro anos, tal morosidade torna-se um fato insuportável. Pelo menos, é esta a opinião do presidente da Associação Alemã de Inventores, Karl Bauch, manifestada na abertura da exposição de Nurembergue.

Os inventores reais nada têm de "professor Pardal". Nem se vê uma lâmpada incandescente sobre suas cabeças, como nas histórias em quadrinhos. Para eles, a INEA é um fórum para o comércio de patentes e licenças. Ela é dedicada sobretudo às inovações que facilitam a vida e constituem o cerne da vida moderna. Muitos dos participantes da feira abraçaram a atividade de inventor como profissão. Eles se dedicam a analisar os problemas do cotidiano, buscando soluções originais, que resultem num produto que possa ser comercializado.

Custos altos

A tarefa não é fácil e os custos de desenvolvimento de um novo produto podem ser elevados. Além disto, há que levar em conta os enormes gastos para o requerimento da patente – em média, de 5 a 10 mil euros (entre 18 e 36 mil reais). Mas as despesas não param aí: é preciso ainda construir um modelo atraente e investir na promoção do artigo patenteado.

Os altos custos não desanimam os inventores. Assim, a feira de Nurembergue pode apresentar toda uma série de soluções para problemas reais. Por exemplo, uma alternativa para os sacos de areia utilizados como barreira contra as inundações fluviais. Um tema dominante na Alemanha, ainda há poucos meses. A nova solução apresentada em Nurembergue é composta de tubos de metal, que podem ser emendados uns aos outros. São mais caros que os sacos de areia, mas têm inúmeras vantagens. Especialmente, quando a barreira protetora tem de ser erigida às pressas. Em apenas 15 minutos, duas pessoas são capazes de levantar uma barreira de 15 metros de comprimento e 1,5 metro de altura. Com os tradicionais sacos de areia, isto tardaria muito mais.

Produtos curiosos

Outra invenção apresentada na IENA deste ano foi a de óculos de natação para o nado de costas: com um sistema de reflexão, os óculos permitem ver a direção em que se nada. Com isto, evita o choque contra obstáculos ou com outros nadadores. Os mesmos óculos também permitem ver em frente, caso o nadador decida mudar do nado de costas para o crawl.

Das 650 invenções apresentadas, algumas provocam risos. É o caso de uma escova para pneus de trator ou também de uma cama "despertadora", que joga seu proprietário no chão, na hora exata em que ele quer ser despertado. Uma invenção para os que têm dificuldade de levantar pela manhã.

E uma bengala elétrica para quem gosta de passear no campo. Basta apertar um botão e ela dá choques elétricos em qualquer animal agressivo, que cruzar o caminho do andarilho…

Links externos