1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

A caminho de uma vitória contra o câncer

O 25º Congresso Alemão do Câncer, que se realiza em Berlim com a participação recorde de 7000 especialistas, alimenta as esperanças de que o mal seja vencido.

Para os oncologistas reunidos na capital alemã, o câncer é hoje considerado como uma "doença cotidiana". Na Alemanha, têm sido registrados, anualmente, 300.000 casos, 210.000 deles fatais. Grande é o número de pessoas que, mesmo sabendo dos riscos cancerígenos, não levam a sério o risco de adoecerem.

O presidente da Sociedade Alemã do Câncer, Rolf Kreienberg, é de opinião que "se nós não intensificarmos a campanha para o combate ao mal, o câncer passará a ser a principal causa mortis da humanidade". E acrescenta: "O câncer é uma doença complicada e, dependendo do estágio, é necessário um conjunto de medidas cirúrgicas, preventivas, medicamentosas e terapêuticas para se fazer frente a ela".

Os especialistas presentes nesta semana em Berlim estão debatendo sobre fatores de risco e também sobre os exames necessários para se localizar o mal e mantê-lo sob controle. Eles são unânimes em alertar para os riscos do consumo de tabaco e álcool, o sedentarismo e a falta de consumo de frutas e legumes (pelo menos cinco vezes por dia) do homem moderno.

Mas os participantes no Congresso do Câncer, que está sendo realizado até sexta-feira (16) no Centro Internacional de Congressos de Berlim (ICC), puderam registrar pontos positivos nos esforços de combate à doença. Já há um grande avanço na medicina paliativa. As pesquisas chegaram a informações claras sobre a origem do câncer. Há, em numero suficiente, medicamentos eficazes no mercado.

E algo pioneiro, pelo menos na Alemanha, ocorreu no 25º Congresso Alemão do Câncer, o maior até hoje realizado no país. Aqui foi criada uma campanha de utilidade pública para o diagnóstico do câncer no intestino. Anualmente, só na Alemanha, 57.000 pessoas de ambos os sexos são atingidas pelo mal. Num endereço eletrônico agora lançado, podem ser encontradas informações sobre medidas mais atualizadas de prevenção contra o câncer do cólon, considerado hoje o mais maligno na Alemanha.

Segundo a Dra. Eva Kalbheim, membro do Conselho da Sociedade Alemã do Câncer, "espera-se com esta campanha de conscientização conseguir curar 90% dos afetados pelo câncer do cólon".

Numa primeira resolução conjunta, os 7000 especialistas que participam do congresso apelaram para mudanças nos rumos do combate ao câncer. Segundo eles, mundialmente ainda são poucos os pacientes tratados com os métodos mais avançados da oncologia. E falta também uma troca maior e mais aberta de informações entre os especialistas.

A mesma resolução afirma que, "apesar das críticas e dos problemas ainda existentes, a esperança de se chegar à cura do câncer nunca foi tão grande como hoje".

Links externos