1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

A batalha dos cartões

Cada vez mais na Alemanha o consumidor paga suas despesas com cartão. Grandes empresas franqueadoras, como Visa e Mastercard, lutam pela conquista de novos clientes com estratégias quase iguais.

default

Os rivais de plástico

Cerca de 25% dos pagamentos no comércio varejista alemão são feitos com cartão. Mas, em vez de cartões de crédito, trata-se de cartões bancários. Em Frankfurt, nos escritórios das rivais Visa e Mastercard, os departamentos de marketing estão empenhados no desenvolvimento de estratégias para conquistar novos clientes.

Como os cartões das líderes mundiais no franqueamento já são aceitos em todo o planeta, é preciso conquistar os potenciais clientes com outros argumentos. Em geral, oferecem serviços extras, sem despesas adicionais à anuidade do cartão. Um importante chamariz na Alemanha, país considerado um deserto em termos de prestação de serviços e gentilezas ao consumidor.

Pensando nos que viajam com freqüência ao exterior, as administradoras oferecem vários tipos de seguro. Desde que o pacote turístico tenha sido pago com o cartão, o usuário dispõe de seguro em caso de perda ou roubo de bagagens, seguro de vida, seguro de aluguel de automóvel, assistência médica e jurídica.

Sistema de pontos

Outro benefício oferecido ao cliente é o sistema de pontos. Ao pagar com o cartão junto aos parceiros da franqueadora, o consumidor recebe prêmios pela fidelidade após somar um número preestabelecido de pontos. Este sistema é cada vez mais comum entre redes de lojas, cadeias de supermercados e até lojas de conveniência.

Nem sempre as franqueadoras de cartões de crédito comportam-se como inimigas. Preocupadas em melhorar ainda mais a segurança, ambas estão desenvolvendo em conjunto um chip que, já a partir do próximo ano, deverá substituir as faixas magnéticas nos cartões de crédito. Outra novidade prometida para breve na Alemanha é a possibilidade de particulares transferirem dinheiro para cartões de crédito de terceiros.

Leia mais

Links externos