1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

A arte é amiga da imperfeição

Um trampolim para dar vazão à criatividade é o que pretende ser a "Unperfekthaus", em Essen. Artistas e interessados em geral podem encontrar ali espaços gratuitos e inspiração para colocar em prática suas idéias.

default

Imperfeita, mas rentável

A idéia de criar um centro de criatividade partiu do empresário de TI Reinhard Wiesemann. Pessoas criativas de todas as áreas podem usar os espaços de um antigo mosteiro beneditino no centro de Essen, a fim de transformar suas idéias em realidade.

"Qualquer um que tenha algo a oferecer pode usar um espaço aqui, sem ter que pagar nada. A idéia só tem que ser criativa e interessante, só não pode ser ilegal", explicou Wiesemann em entrevista à DW-WORLD. Mas isso não é tudo. No porão do mosteiro de 3500 m2, os artistas podem encontrar materiais, como por exemplo madeira e tinta. Trata-se de doações de empresas. "Regularmente damos uma passada em lojas de material de construção, para ver se não há nada sobrando para nós."

Nome é programa

Kreative Chaosverwertung

Unperfekthaus: caos criativo

Atualmente há 140 artistas instalados nos seis andares da Unperfekthaus (Casa Imperfeita), um nome que já é programa. O estabelecimento dá a impressão de ser meio bagunçado, algo absolutamente intencional. A idéia é estimular a criatividade dos moradores. "Num ambiente cem por cento perfeito, não resta nada a não ser se tornar espectador. Quanto mais discreto o ambiente, mais a pessoa se torna ativa", explica Wiesemann.

Ela sabe disso por experiência própria. "Há anos, comprei um casarão antigo e comecei a dar cursos do programa de computador Linux. Era um verdadeiro terreiro de construção, mas foi um prazer trabalhar naquele ambiente. Bem produtivo." Wiesemann deseja que seu centro também seja assim criativo.

Espiar artistas trabalhando

Até 2 de outubro de 2004, a Unperfekthaus passará por uma fase de teste; só então será a abertura oficial. "Fizemos uma abertura discreta. Como nunca houve um projeto assim, primeiro a gente quer esperar para ver no que vai dar. A instituição deverá ser mantida com o dinheiro dos ingressos."

Skulptur im Unperfekthaus

Escultura na Unperfekthaus

Qualquer visitante tem a oportunidade de espiar o que os artistas estão fazendo, participar de cursos de ioga ou assistir a palestras, só para citar uns exemplos. E até agora, Reinhard Wiesemann está mais que satisfeito: "Está correndo tudo superbem. É grande a receptividade das pessoas. Se as coisas continuarem assim, vai dar para financiar a casa só com a bilheteria mesmo".

Petre Salhöfer, diretora da Secretaria de Cultura da prefeitura de Essen, já visitou a Unperfekthaus. "É incrível, só tenho elogios a fazer", declarou ela, na expectativa de que o projeto vingue: "Talvez venham a ser criadas em breve casas semelhantes, na Alemanha ou no exterior".

Salhöfer lembra que artistas têm poucas possibilidades de concretizar suas idéias e divulgar sua arte. Para ela, seria desejável que houvesse mais trampolins assim, a fim de ajudar as pessoas criativas a apresentar seus talentos e se encaminhar para a carreira artística.

Leia mais

Links externos