1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eleições 2014

Aécio Neves vence em Berlim

Candidato da oposição soma 733 votos na capital alemã, contra 571 de Dilma Rousseff. Comparecimento é ligeiramente inferior ao do primeiro turno.

O candidato da oposição, Aécio Neves, ganhou a eleição presidencial entre os brasileiros que votaram em Berlim, uma das três jurisdições eleitorais brasileiras na Alemanha, além das que funcionam nos consulados de Frankfurt e Munique.

Segundo informação da representação diplomática, a soma dos boletins das 12 seções eleitorais berlinenses registrou neste domingo (26/10) 733 votos para o candidato do PSDB e 571 votos para a presidente Dilma Rousseff.

O número de eleitores que foram votar neste segundo turno foi ligeiramente menor que o registrado no primeiro turno, quando votaram 1.434 eleitores. "Agora, foram exatamente 1.400 eleitores", aifmoru o chefe do setor consular da embaixada, Fernando Onofre. Ele destacou que a votação ocorreu sem imprevistos.

Berlim tem pouco mais de 4.800 eleitores inscritos, incluindo não só residentes na cidade, mas também em outros oito estados no norte da Alemanha.

Grupo foi de Hamburgo até Berlim

A auxiliar de restaurante Jurailde Pereira de Jesus, de 45 anos, viajou os quase 300 quilômetros que separam Hamburgo da capital alemã para dar seu voto no segundo turno das eleição presidencial brasileira. "Viemos de trem, repartindo passagens de grupo, mais baratas", explicou. Ela e as amigas Vânia Rodrigues e Sandra Spiegel integraram um grupo de cerca de 25 eleitores brasileiros, moradores de Hamburgo, que viajaram juntos e, depois, aproveitaram o dia em Berlim.

"Depois do almoço, vamos a um pagode que tem num bar aqui perto, a duas estações de metrô de distância", contou Jurailde. "Esta já foi a segunda viagem para essas eleições. No primeiro turno também viemos", disse Sheila Fangerau, organizadora da excursão, contabilizando, ao todo, mais de 1.200 quilômetros rodados em prol do "dever cívico".

Präsidentschaftswahl in Brasilien

As amigas Vânia, Sandra e Jurailde viajaram quase 300 quilômetros para votar no segundo turno

O físico Eduardo Altmann, de 34 anos, também teve que percorrer uma distância grande para votar. Ele veio com a mulher e a filha de Dresden, cidade localizada a quase 200 quilômetros de Berlim. "Vim porque a eleição está apertada e, por isso, acho importante participar", explicou.

Já o corretor imobiliário James Koerner, de 29 anos, não precisou viajar, pois mora em Berlim há quase 25 anos. Mas o dia para ele teve sabor especial. Foi a primeira vez que usou o seu título de eleitor. "Acabei de buscar o meu título. Acho importante votar para ajudar a mudar as coisas", observou Koerner, que chegou à Alemanha , ainda criança, com seus pais e irmãos.