1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Ações da Volks sobem com renúncia de Piëch

Investidores recebem bem decisão surpreendente do empresário de deixar a presidência do conselho de administração. Ações da montadora sobem 5,1% em Frankfurt.

A renúncia do presidente do conselho de administração da Volkswagen, Ferdinand Piëch, foi bem recebida pelos investidores financeiros. Na manhã desta segunda-feira (27/04), as ações da empresa subiram 5,1%, para 245 euros, e eram as mais valorizadas na Bolsa de Frankfurt.

"Os investidores esperam que, depois de semanas de luta de poder, a paz retorne à empresa", disse um operador em Frankfurt. Nas duas semanas anteriores, as ações da Volkswagen haviam caído cerca de 8%.

O analista Michael Punzet, do banco DZ, avaliou que a saída de Piëch é positiva, pois, assim, a direção da empresa pode novamente se ocupar dos negócios operacionais. O empresário renunciou ao cargo no último sábado.

O economista Max Warburton, da consultoria Bernstein Research, disse que a reação do mercado a essa notícia inesperada só poderia ser eufórica e que os investidores contam agora com grandes reformas na Volkswagen.

Analistas especulam que, nos próximos dias, boatos sobre uma possível venda de ações pela família Piëch podem influenciar os papéis da empresa. As famílias Piëch e Porsche controlam a maioria das ações com direito a voto da Volkswagen.

Já o analista Fidel Helmer, do banco Hauck & Aufhäuser, disse ter dúvidas de que a luta de poder dentro da maior montadora alemã tenha mesmo chegado ao fim. Para ele, Piëch continuará exercendo influência nos bastidores.

Desde o começo do ano, as ações da Volkswagen se valorizaram 26%.

AS/rtr/dpa

Leia mais