1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

50 anos de rock 'n' roll – tendências na Alemanha

Como o rock 'n' roll, que nasceu em 12 de abril de 1954 com o "Rock around the clock", de Bill Haley & The Comets, chegou e se desenvolveu na Alemanha.

default

Pioneiro do rock'n'roll Bill Haley

No início, o estilo da música apoiava-se na música negra rythm 'n' blues. Nos Estados Unidos dos anos 50, era inconcebível que a população branca adotasse a música da população negra. Por isso os músicos brancos se orientaram pelos elementos que já existiam, mas fizeram uma coisa própria. Começou com Bill Haley e continunou com artistas como Elvis Presley e The Beach Boys. Automaticamente, a onda do rock americano chegou à Europa, onde se criaram bandas como The Beatles.

Os primeiros shows maiores dos heróis ingleses aconteceram no Star Club, em Hamburgo, em 1962. Então a histeria começou. Uns afirmam que nessa altura o rock tinha o sentido de uma revolução cultural. Outros dizem que o objetivo principal, já nesses dias, era se divertir, amar e dançar. De qualquer forma, hoje em dia o aspecto de rebelião não existe mais. O mainstream chegou – também na área do rock.

Rock na Alemanha

Elvis Presley, 25. Todestag

Elvis Presley - ídolo de uma geração inteira

O maior impacto na cena musical alemã ocorreu de meados até o fim dos anos 50. Os artistas mais importantes foram Jerry Lee Lewis, Little Richard, Chuck Berry e Elvis Presley. O último "com certeza revolucionou todo o gênero, como já demonstra o seu apelido, 'king of rock 'n' roll' ", diz Jan Schwarzkamp, editor da revista de rock VISIONS. O imitador alemão mais bem-sucedido foi Peter Kraus, que ajudou a instaurar o movimento no país.

Till Lindemann von Rammstein in Flammen

Till Lindemann, vocalista do Rammstein

Hoje, terminada a fase do rock 'n' roll clássico, existem outras bandas alemãs que até chegaram a fazer sucesso internacional. Como exemplos, temos nos anos 80 os Scorpions, na área de hardrock, e a partir de 1994 os Rammstein, que provocam muitas discussões com sua música marcial.

Krautrock

No final dos anos 60 e no início dos anos 70, apareceram umas bandas alemãs que ainda têm influência na música global, pois foi provavelmente a época com a maior inovação na música pelos alemães. O termo krautrock foi inventado nos Estados Unidos e se refere a bandas como Faust, Can, Tangerine Dream ou Birthcontrol.

A Faust foi fundada em 1968 em Hamburgo. Como as outras bandas citadas, ela começou a definir música de uma maneira nova e diferente de tudo que tinha existido anterioramente. A caraterística especial dessa banda são as estruturas de som, que se apresentam muito cacofônicas. Depois da separação, em 1975, ela voltou a fazer uns shows de vez em quando, a partir dos anos 90, e pode ser celebrada como doadora de idéias para representantes do gênero pós-rock, como a Sonic Youth.

Escola de Hamburgo

Die deutsche Band Tocotronic

Dirk von Lowtzow (dir.), vocalista de Tocotronic

Em 1988, Carol von Rautenkranz e Pascal Fuhlbrügge criaram em Hamburgo o selo L'age d'Or e, assim, a "escola". Bandas como Blumfeld ou Kollossale Jugend participaram desde o começo. Também Die Sterne e Tocotronic foram "alunos" e representaram aquele estilo de música.

Não foi nada que possa ser chamado explicitamente de "novo", porém eles cantaram e ainda cantam em alemão e expressam sentimentos de uma grande parte da juventude, ao alcance de todos. Mas não é uma "grande" inovação numa perspectiva mundial. "Bandas alemãs copiam os 'originais' americanos ou britânicos – às vezes melhor, às vezes pior", confirma Schwarzkamp, sem querer generalizar e sem questionar a qualidade do que fazem.

Além disso, bandas com grande sucesso internacional, como The Strokes, estão atualizando um estilo de música que já existe há décadas: se quiser escutar o original, compre, por exemplo, o disco The Velvet Underground & Nico, de Velvet Underground, do ano 1967. Nos nossos dias, é geralmente difícil 'inventar' um rock totalmente novo, não importa em que lugar.

O rock chegou num beco sem saída em termos de falta de inovações? Sim e não. Por um lado, sempre há idéias novas e uma certa criatividade, por outro, o tempo está passando mais rápido e uma idéia nova de hoje pode ser velha e ultrapassada já amanhã.

Leia mais

Links externos