1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1997: Jan Ullrich vence a Volta da França

Em 27 de julho, Ullrich torna-se o primeiro alemão a conquistar a mais importante competição do ciclismo mundial.

default

Jan Ullrich: vitória em 1997

A décima etapa da Volta da França de 1997 foi a decisiva. Ao chegar em primeiro a Arcalis, em Andorra, o jovem Jan Ullrich assumiu a liderança na classificação geral do Tour de France. Nenhum de seus concorrentes conseguiu mais descontar a vantagem que o alemão impusera.

Nem o francês Richard Virenque, nem o dinamarquês Bjarne Rijs, seu parceiro na equipe Deutsche Telekom. Ao fim daquele 15 de julho, Ullrich subiu no pódio para vestir, aos 23 anos, pela primeira vez em sua carreira a camisa amarela, que identifica o líder da competição.

Dos Montes Pirineus até Paris, somente uma vez houve risco de o então novo ídolo do esporte alemão deixar escapar a liderança. Foi na região de Vosges, no outro extremo da França, quando Virenque e sua equipe Festina abriram boa vantagem durante a prova, mas os ciclistas da Deutsche Telekom pedalaram firme, recuperaram terreno e seu capitão terminou o dia defendendo a camisa amarela.

Passado o susto, o vice-campeão de 1996 não teve mais muito trabalho em chegar a Paris, em 27 de julho, como o primeiro alemão a conquistar a Volta da França em seus 84 anos de história. Durante muito tempo, os franceses reinaram absolutos na mais longa e exaustiva corrida de etapas do ciclismo mundial. Até 1997, o rol de campeões abrigava também apenas italianos e belgas, além de um holandês, um dinamarquês e um americano.

Primeiro alemão campeão

Apesar de ciclistas como Rudi Altig e Dietrich Thurau terem no passado várias vezes trajado a camisa amarela, jamais um alemão havia tido condições de sustentar a liderança até a linha de chegada nos Campos Elíseos em Paris. Especialmente as etapas de montanha, nos Pirineus e nos Alpes, mostravam-se obstáculo às pretensões dos germânicos.

Jan Ullrich foi o primeiro a revelar qualidades para brilhar tanto em terreno acidentado quanto nas planícies e etapas de velocidade contra o relógio. Quando subiu ao pódio na capital francesa, não faltou a seu lado Peter Becker, seu treinador desde 1986, quando o garoto de 12 anos, nascido em Rostock, havia sido encaminhado para a Escola de Formação de Atletas em Berlim Oriental, ainda nos tempos da Alemanha comunista.

A carreira internacional de Jan Ullrich começara a brilhar em 1993, quando sagrara-se, ainda como amador, campeão mundial de estrada. Em suas cinco participações na Volta da França, sempre ficou entre os dois primeiros lugares. Além do título conquistado em 1997, foi vice em 1996, 1998, 2000 e 2001 (não disputou a de 1999). Na Olimpíada de Sydney em 2000, o ciclista faturou as medalhas de ouro na corrida de estrada e de prata na de estrada contra o relógio.

Popularização do ciclismo

O sucesso de Ullrich inflacionou a popularidade do ciclismo na Alemanha. Os clubes de ciclismo começaram a receber grande procura por parte de crianças e adolescentes e, nos dias de Volta da França, as transmissões ao vivo pela TV passaram a ter audiência extraordinária.

Mais tarde, Jan Ullrich andou queimando seu filme com atos imperdoáveis para um atleta e ídolo. Ao dirigir embriagado, provocou um acidente de trânsito e fugiu do local. Pouco depois, deprimido, tomou anfetamina numa aventura noturna, sem saber que o destino lhe havia reservado um exame antidoping de surpresa para o dia seguinte.

Após sucessivos escândalos envolvendo doping, o atleta encerrou oficialmente sua carreira no ciclismo no dia 26 de fevereiro de 2007.

Leia mais