1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1993: O asteroide KA2 cruza a órbita terrestre

No dia 21 de maio de 1993, no Arizona, foi descoberta uma rocha no céu. A pedra, batizada de KA2, se deslocava com uma velocidade de 77 mil quilômetros por hora, passou pela Terra a uma distância de 145 mil quilômetros.

Comet Hale-Bopp seen above the ancient stone circle of Stonehenge in south west England Friday March 28 1997. Stonehenge, a collection of Bronze Age monuments, was constructed, according to modern archeological research, around 2000 BC. (AP Photo / Alastair Grant)

AP Iconic Images Komet Hale-Bopp über Stonehenge

A noite escura envolvia o planetário da Universidade do Arizona: horário normal de trabalho para o astrônomo e sky-scout Tom Gehrels. Com a ajuda de programas de computador, ele estava vasculhando o céu, descobrindo às vezes pequenos planetas, os chamados asteroides. Sete mil deles já haviam sido localizados e analisados dessa forma. 

Mesmo que alguns asteroides passem muito próximos à Terra, eles são frequentemente tão pequenos que um telescópio comum não é suficiente para rastreá-los. E, às vezes, a região é tão iluminada à noite,que não se pode reconhecer nada com exatidão. 

Descoberta na África

Foi por isso que o engenheiro e astrônomo amador Wolfgang Paech escolheu outro país para as suas observações celestes, em vez da Alemanha, densamente povoada: "A Namíbia é uma das melhores regiões para a astronomia, em razão do ar seco e das poucas cidades existentes no país."

Foi naquele país africano que Wolfgang Paech fez, finalmente, uma descoberta: "Fiz lá fotografias com uma câmara especial para a astronomia e, em casa, durante a avaliação do material com ajuda do computador, chamou a atenção um pequeno rastro de planetóide. Ele foi então estudado detalhadamente".

Dúvidas sobre o tamanho

Também no dia 21 de maio de 1993, no Arizona, foi feita uma descoberta. O sky-scout Gehrels descobriu uma rocha no céu. A pedra se deslocava com uma velocidade de 77 mil quilômetros por hora, passando ao largo da Terra: era um asteroide muito pequeno. As avaliações de tamanho variam entre o tamanho de um carro, de uma locomotiva ou de um navio-tanque. O asteroide, cujo peso foi avaliado em 6 mil toneladas, recebeu o nome KA2.

O KA2 passou o nosso planeta azul a uma distância de 145 mil quilômetros, ou seja, a meio caminho da Lua, o que na época lhe valeu um registro no livro Guiness dos Recordes como o asteroide que passou mais próximo da Terra. Para os astrônomos, essa distância é mínima.

Contudo, esse recorde só durou um ano, pois Jim Scotti, um colega de Gehrels, descobriu outro asteroide que passou ainda mais próximo da Terra. Mas o KA2 mantém ainda outro recorde: com o seu diâmetro de 4 a 9 metros, ele é o menor asteroide que cruzou a órbita terrestre.