1993: Novo CEP na Alemanha | Os acontecimentos que marcaram o dia de hoje na História | DW | 01.07.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1993: Novo CEP na Alemanha

No dia 1º de julho de 1993, o código postal na Alemanha foi alterado, visando à unificação com o antigo lado comunista. O código, que até então possuía quatro, passou a ter cinco dígitos.

default

Caixas dos correios alemães

"Agora temos uma salada de números". "Empresas de médio porte frustradas com o novo CEP". Estas foram duas das muitas manchetes pessimistas publicadas pela imprensa alemã quando a Deutsche Post – empresa do correio alemão – aumentou de quatro para cinco dígitos o Código de Endereçamento Postal (CEP) em 1993. Os críticos do novo sistema previam que, em vez de um "momento histórico", o país viveria um caos na distribuição de correspondências.

A introdução do novo CEP, no entanto, era inevitável. Segundo Gerd Schukis, na época porta-voz da Deutsche Post, ela se tornou necessária com a reunificação alemã em 1989, pois os códigos usados anteriormente nas duas Alemanhas eram incompatíveis.

Bonn e Weimar, por exemplo, tinham o mesmo número: 5300. Caso o remetente não escrevesse um "O" (Ost) ou um "W" (West) à frente do CEP para indicar se leste ou oeste do país, sua correspondência dificilmente chegaria ao destino. Para eliminar os CEPs duplos, 26.400 números foram reordenados em todo o país.

A segunda meta era reduzir os custos e aumentar a eficiência dos correios, através de processos de automação e racionalização de recursos humanos. O CEP de quatro dígitos era inadequado para a implantação de centros postais automáticos. O quinto dígito permitiria uma seleção mais precisa e a entrega mais rápida das correspondências, segundo Schukis.

Primeiro código foi de dois dígitos

O primeiro Código de Endereçamento Postal havia sido introduzido na Alemanha pouco depois da Segunda Guerra Mundial. Inicialmente, possuía apenas dois dígitos, que indicavam a região do país.

Em 1961, a Alemanha Ocidental adotou, sob fortes protestos, o CEP de quatro dígitos. O exemplo foi seguido pelos Estados Unidos, em 1963, e pela então Alemanha Oriental, em 1964, quando surgiram os mesmos números para duas cidades.

A rejeição de 1961 repetiu-se em 1993 quando, de fato, ocorreram algumas panes. Alguns números foram distribuídos duplamente e outros, já inexistentes, foram reativados. Mas, apesar das críticas, o novo sistema passou a funcionar de forma eficiente, sem o caos previsto.