1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1989: Semanário social-democrata "Vorwärts" deixa de circular

Em 14 de abril de 1989, a cúpula dos social-democratas alemães decidiu tirar de circulação o semanário 'Vorwärts', por motivos financeiros. Órgão do partido tinha 113 anos de tradição.

default

'Vorwärts' em edição de 1907

No dia 14 de abril de 1989, a cúpula do Partido Social Democrata (SPD, do alemão) decidiu acabar com a publicação de seu semanário 'Vorwärts' (Avante). Com uma tiragem reduzida a 46 mil exemplares e prejuízos de 4,5 milhões de marcos no ano anterior, era o fim de um veículo que divulgou as posições da social-democracia alemã durante 113 anos.

"Muitos vibraram com o seu fechamento, pois o boletim pisava nos calos de uma série de políticos", lembra o então vice-redator-chefe, Gode Japs. O peculiar no Vorwärts era que, apesar de ser um órgão de comunicação do SPD, seus profissionais eram, em primeira linha, jornalistas e mantinham um distanciamento crítico em relação ao partido.

Auge na década de 1920

Várias polêmicas marcaram os mais de 100 anos da publicação do Partido Social Democrata, lançada em Leizpig no ano de 1876. Em 1922, chegou a ter duas edições diárias, com 300 mil exemplares. Onze anos mais tarde, Hitler proibiu sua publicação. A resistência ainda tentou prosseguir com o Neuer Vorwärts no exílio, em Paris e Praga, mas pouco tempo depois foi obrigada a desistir.

Só depois da Segunda Guerra Mundial o boletim informativo voltou a ser reativado, mas sem o êxito de outrora. Falta de renovação e o desinteresse dos próprios filiados em comprar a publicação nas bancas levaram ao fechamento de cada vez mais filiais.

Somente na Rússia o jornal do SPD gozava de certo prestígio, o que levou à publicação de uma versão russa em Moscou, em plena era Glasnost. Mas ele não passou do número experimental.

Como os prejuízos fossem cada vez maiores, foi decidido seu fechamento. Era o fim da tradição de 113 anos de uma publicação que espelhou a cultura partidária na Alemanha.

Leia mais