1882: Criado o ″strandkorb″, típica cadeira de praia da Alemanha | Os acontecimentos que marcaram o dia de hoje na História | DW | 15.06.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1882: Criado o "strandkorb", típica cadeira de praia da Alemanha

O "strandkorb" é símbolo de férias e descanso no litoral da Alemanha. Usado pela primeira vez em 15 de junho de 1882, ele serve, ao mesmo tempo, de poltrona e proteção contra vento, sol e chuva.

default

'Strandkorb' em Warnemünde

Passado o inverno, quando os termômetros passam a registrar temperaturas mais amenas, a paisagem no litoral alemão é tomada por um tipo de móvel estranho para os hábitos praianos brasileira: o strandkorb, em tradução literal, "cesto de praia".

Das Wetter: Bei strömendem Regen im Strandkorb sitzen

Proteção também em dias de chuva

O strandkorb é tão comum nas praias alemãs como a cerveja e a salsicha em todo o país. Trata-se de um incrementado assento acolchoado usado para proteger o banhista do sol, da chuva, da areia e do vento, tão frequentes no norte europeu.

Nada de guarda-sol e cadeira de praia: na costa alemã, quem dita a regra é o strandkorb. Em todos os verões, este artigo praiano tipicamente alemão domina as areias no Mar do Norte e no Mar Báltico.

O strandkorb é reclinável, de modo que o banhista pode se recostar e aproveitar o sol sem ser incomodado pelo vento. A maioria dos modelos atuais serve para duas pessoas e é equipada com apoios para os braços e as pernas, suporte de madeira, gaveta abaixo do assento para armazenamento e capa à prova de chuva. Existem também modelos maiores, para famílias inteiras.

Relíquia do Império

No litoral alemão existem cerca de 50 mil strandkörbe. Geralmente, eles são alugados por poucos euros através de guardadores. Seu uso hoje é cada vez mais frequente também em varandas, terraços e jardins.

Familienfoto

'Strandkorb' construído para receber os chefes de Estado do G8 em Heiligendamm

O strandkorb é uma invenção alemã, fruto de uma encomenda a Wilhelm Bartelmann, um produtor de cestos de Kühlungsborn, cidade portuária do Mar Báltico que fica a 30 quilômetros de Rostock. Ele construiu o primeiro modelo a pedido de Elfriede von Maltzahn, uma senhora com problemas de reumatismo que queria se proteger do vento e do sol na praia de Warnemünde.

Bartelmann, que adorava desafios, desenvolveu uma poltrona de vime e junco e chamou sua criação de strandstuhl (cadeira de praia), usada pela primeira vez em 15 de junho de 1882. No ano seguinte, já foi iniciada a produção em série.

Cesto para roupa suja

Combo Strandkörbe Links Strandkorb von der Nordsee, rechts Strandkorb von der Ostsee

Para comparar: cadeiras do Mar do Norte (e) diferem das do Mar Báltico

No início, o strandkorb foi considerado uma extravagância e dizia-se que ele mais se parecia com um cesto para roupa suja, equipado com uma tábua de sentar. Os primeiros modelos acomodavam apenas uma pessoa e não eram tão confortáveis como os de hoje, pois não podiam ser reclinados – a técnica foi introduzida apenas em 1897.

Em 1883, Bartelmann publicou num jornal um anúncio alugando suas cadeiras de praia. Mas ele se descuidou ao não patentear sua criação e logo ela se tornou tão popular que começou a ser vista em outras praias alemãs.

Quem pensa que estes assentos práticos são todos iguais, se engana. Existem hoje dois tipos de strandkorb: o do Mar Báltico, que possui forma curva, e o do Mar do Norte, de linhas retas e aparência angular. (jv/rw)

Leia mais