1874: Unificação dos serviços postais | Os acontecimentos que marcaram o dia de hoje na História | DW | 09.10.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1874: Unificação dos serviços postais

No dia 9 de outubro de 1874, representantes de 21 Estados assinaram em Berna, Suíça, um acordo sobre a unificação geral dos serviços postais.

default

Acordo facilitou serviço de correios

Este acordo internacional aboliu a enorme disparidade de preços e uniformizou tarifas, além de ter sido a base para a simplificação dos serviços postais.

Até meados do século 19, não era nada fácil enviar uma correspondência. Apenas no território de língua alemã existiam quase dois mil principados e era preciso parar em todas as fronteiras. Além disso, o preço do serviço não era uniforme.

Klaus Beyer, especialista na história dos Correios, conta que, naquela época, era possível optar pela remessa de uma carta com porte pago ou não. Se o remetente despachava sem pagar, ao menos tinha a certeza de que sua correspondência chegaria ao destinatário, uma vez que o serviço só seria pago quando concluído.

A situação dos serviços postais era complicada. Heinrich von Stephan, responsável pelo setor durante o Império Alemão, sonhava com um serviço mais eficiente e de custos equiparados. Foi ele quem organizou a reunião em Berna, Suíça, no ano de 1874, com representantes de 21 nações (vindos de quase toda a Europa, Egito, Turquia e dos Estados Unidos). No dia 9 de outubro foi apresentado o resultado deste encontro: o acordo sobre a unificação geral dos serviços postais.

Uma das cláusulas dizia que o Correio só faria o despacho de cartas pagas pelo remetente. Neste momento foi inventado o selo, necessário para a franquia das correspondências. Logo depois surgiram as caixinhas de coleta do Correio.

Heinrich criou o cartão-postal

Na época, o Correio de Colônia tinha 100 funcionários, entre eles apenas 15 carteiros. O chanceler do Império, Otto von Bismark, sugeriu que Heinrich assumisse a direção geral do Correio no país. A partir daí, os serviços postais começaram a melhorar. Ele criou o cartão-postal e uniformizou as tarifas de acordo com o peso das cartas. O peso de 20 gramas para uma carta padrão vigora até hoje.

Heinrich também conseguiu instituir o sigilo: toda a correspondência era assunto privado e não podia ser violada. Ele ainda organizou a tabela de preços para o telegrama e foi o responsável pela propagação de um importante invento, o telefone.

Durante sua gestão, navios a vapor faziam o transporte de cartas para as mais longínguas regiões do planeta. Entretanto, pode-se dizer que seu maior feito foi o acordo internacional sobre a unificação dos serviços postais. Para o historiador Klaus Beyer, este foi o início da globalização.