1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1825: Fundação da Escola Superior Técnica de Karlsruhe

No dia 11 de junho de 1825, o engenheiro civil Johann Gottlieb Tulla fundou, na cidade de Karlsruhe, a primeira Escola Superior Técnica da Alemanha. O projeto orientou-se pela Escola Politécnica de Paris.

default

Entrada do prédio central histórico

A intenção da Escola Superior Técnica de Karlsruhe era "fornecer à burguesia e outros interessados em ofícios de alto nível os subsídios necessários, principalmente em matemática, ciências naturais, e sua aplicação nas atividades humanas". Essa era a meta da escola, conforme registram os documentos de sua fundação em 11 de junho de 1825. Mas, até o objetivo tornar-se realidade, foram necessárias longas negociações e muita paciência.

Já no início do século 19, pensava-se em criar uma instituição de ensino desse tipo em Baden, região que integra atualmente o estado de Baden-Württemberg, no sudoeste da Alemanha. O atraso alemão nessa área acadêmica era evidente. Os vizinhos franceses abriram, em 1794, a Escola Politécnica de Paris. Alguns anos mais tarde, foram criadas instituições semelhantes em Praga e Viena. Entre outros obstáculos, as guerras napoleônicas atrasaram a realização do projeto alemão.

Um dos primeiros a lutar pela criação de uma "universidade técnica" foi o engenheiro Johann Gottfried Tulla que, entre outras obras-primas, projetou a retificação do rio Reno. Ele adquirira seus conhecimentos em aulas particulares e estágios. Além disso, teve o privilégio de uma estada na Escola Politécnica de Paris.

Na sua opinião, o lugar ideal para estabelecer uma escola técnica de nível superior era Karlsruhe e não Freiburg ou Heidelberg – as duas outras cidades universitárias da região.

Orientação prática do ensino

A escola foi uma novidade no ensino superior alemão, unindo disciplinas técnicas com matemática e engenharia e adotando uma orientação prática. Ao contrário das universidades clássicas, a escola politécnica inicialmente dedicou-se somente ao ensino, passando a incentivar a pesquisa nas décadas posteriores.

A primeira escola técnica de nível superior da Alemanha, em 1825, chamava-se "Escola Politécnica", contrapondo-se evidentemente a universidades como as de Jena, Heildelberg, Munique e Berlim. Cerca de 100 jovens burgueses foram admitidos nos estudos, no ano da fundação. O principal requisito para a matrícula era o certificado de conclusão do segundo grau (Abitur) ou qualificação semelhante.

As aulas começaram em condições provisórias, numa ala lateral da igreja evangélica de Karlsruhe. Os cem estudantes tinham aulas com 12 professores. O primeiro diretor foi o professor Gustav Friedrich Wucherer.

Docentes e alunos famosos

O número de alunos e docentes aumentou ao longo dos anos e, hoje, a instituição mais antiga do gênero na Alemanha conta cerca de 20 mil estudantes. Karlsruhe tornou-se exemplo para outras cidades. Em 1827, foi fundada a Escola Superior Técnica de Munique, seguida pelas de Dresden e Darmstadt.

O professor mais famoso da Escola Superior Técnica de Karlsruhe foi Heinrich Hertz (1857–1894) que, no final do século 19, comprovou a existência das ondas eletromagnéticas – a tecnologia básica dos sistemas de comunicação sem fio.

E, entre os alunos mais famosos, estiveram Karl Benz e Emil Skoda, que entraram para a história da indústria automobilística. Em 1967, o estabelecimento ainda passou por uma pequena mas significativa mudança, passando a chamar-se Universidade de Karlsruhe.

Leia mais