1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

17 milhões de cartas retidas pela greve do correio

O sindicato ver.di (do setor de prestação de serviços) decidiu ampliar a greve de advertência do correio. Com as paralisações temporárias nos centros de distribuição de Berlim, da Saxônia e de Baden-Württemberg, um total de 17 milhões de cartas e pequenas encomendas ficaram retidas na madrugada desta quarta-feira (05/06) e só serão entregues com um dia de atraso. Segundo o sindicato, cerca de dois mil funcionários do correio aderiram à greve.

O Deutsche Post (Correio Alemão) ainda não apresentou uma proposta própria, mas refutou como "inteiramente fora da realidade" a reivindicação sindical de aumento de 6,5% para os salários dos 240 mil funcionários. As negociações salariais serão retomadas na próxima segunda-feira (10/06). Só então é que o Deutsche Post pretende apresentar a sua proposta de reajuste salarial.

Leia mais