1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

100 mil ciclistas param Berlim

O Clube Alemão de Ciclismo impôs um dia livre de automóveis neste domingo em Berlim, ao convocar uma manifestação em prol de mais direitos e segurança para quem usa a bicicleta como meio de locomoção.

default

O Clube Alemão de Ciclismo organiza marchas há 25 anos

Os turistas que se encontravam no Portão de Brandemburgo, na tarde deste domingo (02), mal conseguiram sair do local em meio ao impressionante trânsito de bicicletas cercando o monumento que é o cartão de visita de Berlim. A capital alemã foi, de fato, invadida por cerca de 100 mil ciclistas, que atendendo ao chamado do Clube Alemão de Ciclismo(ADFC), participaram da 26ª marcha em prol de mais direitos para os que preferem o meio ecológico de locomoção.

Uma das reivindicações é a marcação de pistas para bicicletas nas ruas em que os carros circulam a 50 quilômetros por hora e não há ciclovias. Esta foi a maior "manifestação ciclística" já organizada na Alemanha. Compareceram ao evento, pedalando, os ministros do Partido Verde Jürgen Trittin (Meio Ambiente) e Renate Künast (Agricultura e Defesa do Consumidor).

A marcha partiu de 56 pontos da cidade, em direção à praça em forma de estrela Grossen Stern, no bairro de Tiergarten, e dali seguiu pela avenida mais famosa da capital, Unter den Linden (Sob as Tílias), até o Portão de Brandemburgo. A massa de ciclistas causou bastante confusão e grandes engarrafamentos no trânsito de Berlim, pois várias ruas estiveram bloqueadas para os veículos de quatro rodas. A primeira marcha organizada pelo clube ocorreu em 7 de junho de 1977, abrangendo apenas a parte ocidental de Berlim, então dividida.