1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

1% da população mundial deterá mais da metade da riqueza global em 2016

Hoje, para cerca de 80% da população já restam apenas 6% da fortuna global, e 1 bilhão de pessoas vive com 3 reais por dia, aponta Oxfam. Distância entre ricos e pobres está aumentando rapidamente, alerta organização.

A riqueza acumulada de 1% da população mundial vai superar a dos outros 99% em 2016, afirmou a organização britânica de luta contra a pobreza Oxfam nesta segunda-feira (19/01).

"A escala de desigualdade global é simplesmente impressionante. O vão entre os mais ricos e os demais está aumentando rapidamente", disse a diretora executiva da Oxfam, Winnie Byanyima.

O 1% mais rico do mundo detém 48% da riqueza mundial, de acordo com a organização. Em 2009, eram 44%, e, em 2016, serão mais do que 50%, segundo o relatório da Oxfam. A riqueza média por adulto nesse grupo é de 2,3 milhões de euros (cerca de 7 milhões de reais).

Dos restantes 52% da riqueza global, cerca de 46% são de propriedade dos demais 20% mais ricos do mundo. Ou seja, quase 80% da população mundial detêm apenas cerca de 6% da fortuna, com uma riqueza média de 3.330 euros (10 mil reais) por adulto.

Segundo Byanyima, cerca de 10% da população mundial não têm o suficiente para se alimentar, e 1 bilhão de pessoas precisam viver com menos de 1,25 dólar (cerca de 3,25 reais) por dia.

Byanyima – que será copresidente da reunião anual do Fórum Econômico Mundial, a ser realizada entre esta quarta-feira e sábado, em Davos, na Suíça – pediu aos líderes mundiais que encarem os "interesses que se colocam no caminho de um mundo mais justo e próspero".

Na cúpula, o aumento da desigualdade dividirá espaço com outros temas, como a ameaça crescente de terrorismo na Europa, o impasse entre Rússia e Ucrânia e novos temores de turbulências financeiras.

PV/afp/dpa

Leia mais