1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

É tudo ou nada para o Bayern de Munique

O time bávaro tem um único objetivo: vencer o Real Madri em solo espanhol no jogo de volta das quartas-de-final da Liga dos Campeões, que será realizado na quarta-feira.

default

Élber (d) e Michel Salgado (e), durante o jogo de ida (02.04.02)

Aparentemente o Bayern de Munique não deveria se preocupar com a partida. Afinal, no jogo de ida derrotou o Real Madri por 2 a 1 e está em vantagem. Mesmo assim, o diretor do clube bávaro, Karl-Heinz Rummenigge, equipara a disputa à final de um campeonato.

"Esta é a nossa última chance de ganhar um título. Um time da nossa categoria não pode ficar de fora de duas importantes competições", afirmou o cartola, referindo-se indiretamente à fraca colocação do Bayern na tabela geral do Campeonato Alemão.

Amargando o 4º lugar, com 56 pontos, bem abaixo do 1º colocado, o Bayer Leverkusen, com 65 pontos, na 30ª rodada da Bundesliga , é uma questão de honra para o clube da Baviera garantir uma vaga nas semi-finais da Liga dos Campeões. Para isto, precisa vencer o Real Madri nesta quarta-feira (10).

"Será um grande jogo, será um excelente jogo", aposta Rummenigge, que tem motivos para estar otimista. O Bayern de Munique está invicto a 19 jogos na Liga dos Campeões e venceu seis das últimas sete partidas que disputou contra o Real Madri.

Estilo de jogo fácil - Apesar das aparentes vantagens, a equipe alemã não é tida como favorita. O time espanhol promete ser um adversário bastante difícil, disposto a tudo. O Real Madri acredita que joga melhor, embora tenha sido derrotado na partida de ida das quartas-de-final.

"O estilo de jogo dos alemães é fácil e limitado. O Bayern de Munique não está no mesmo nível do Real Madri. Se nós jogássemos como eles, não atrairíamos nem mil fãs ao estádio", desdenhou o brasileiro Roberto Carlos, que veste a camisa do Madri e estará em campo nesta quarta-feira.

Tranqüilidade - O técnico do Bayern, Ottmar Hitzfeld, aposta na tranqüilidade de sua equipe como boa tática para derrotar os espanhóis. Pouco antes de embarcar para Madri na manhã desta terça-feira, ele disse que seus jogadores não vão se abalar com provocações verbais que nada mais são do que manifestação de medo.

"Em Madri estão todos nervosos. Eles sabem que o Bayern de Munique é um adversário de peso", concluiu o técnico, frisando que sua equipe fará de tudo para garantir a vitória.

Escalação prévia:

  • Bayern de Munique - Kahn, Kuffour, Linke, Robert Kovac, Lizarazu, Hargreaves, Effenberg, Jeremies, Salihamidzic, Élber, Santa Cruz
  • Real Madri – César, Salgado, Hierro, Pavón, Roberto Carlos, Makelele, Helguera, Figo (Morientes), Zidane, Solari, Raúl

  • Data 09.04.2002
  • Autoria Marion Andrea Strüssmann
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/24Tq
  • Data 09.04.2002
  • Autoria Marion Andrea Strüssmann
  • Imprimir Imprimir a página
  • Link permanente http://p.dw.com/p/24Tq