1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Áustria ameaça bloquear negociações com Turquia

Os ministros do Exterior da UE se reúnem num encontro extraordinário, em Luxemburgo, para convencer Áustria a endossar o início das negociações sobre o ingresso na Turquia na UE. Mas Viena tem outras exigências.

default

O Bósforo, em Istambul: entre Ásia e Europa

Javier Solana

Javier Solana

O alto representante de Política Externa e de Segurança da União Européia, Javier Solana, tem a intuição de que tudo pode dar certo. Numa entrevista à imprensa, ele declarou que muitas decisões sobre a Turquia foram tomadas no último minuto. Assim ele mostrou seu otimismo em relação ao resultado do encontro extraordinário dos ministros do Exterior da comunidade reunidos em Bruxelas neste domingo (02/10).

De fato, em dezembro passado, quando os governantes da comunidade se reuniram para finalizar as condições de negociação com a Turquia, o encontro foi noite adentro. A conclusão foi de que as negociações sobre o ingresso da Turquia na UE começariam no dia três de outubro de 2005.

Membro ou parceiro?

A data está marcada. No entanto, a Áustria impôs novas condições. Viena exige a alteração do esboço que define o objeto e a meta das negociações e determina em que casos o processo pode ser interrompido. Este documento tem que ser aprovado por unanimidade, mas Viena se recusa.

Wolfgang Schüssel kündigt Neuwahlen an

Wolfgang Schüssel

O governo do premiê Wolfgang Schüssel ameaça romper o acerto de dezembro passado. A cúpula havia decidido que o único objeto das negociações seria o ingresso da Turquia como membro igualitário, sem a garantia – no entanto – de que isso viesse a se cumprir. Agora a Áustria defende outro status para a Turquia, como uma relação de parceria privilegiada com a UE, mas rejeita sua candidatura como país-membro da comunidade.

A atitude de Viena causou espanto e irritação em Bruxelas. Afinal, a maior parte das exigências austríacas já constam da atual proposta de negociação. Apenas a reivindicação de alterar o status da candidatura invalida o acerto de dezembro.

Segundas intenções de Viena

Tudo indica que a Áustria esteja blefando. Viena defende a aceitação da candidatura da Croácia à União Européia. Sua resistência momentânea pode servir para pressionar os ministros da UE a darem sinais de anuência ainda neste fim de semana sobre a candidatura da Croácia.

As negociações com a Croácia estão suspensas desde que Bruxelas acusou Zagreb de não cooperar com a perseguição de criminosos da Guerra dos Bálcãs. A promotora do Tribunal da ONU para Crimes de Guerra na Ex-Iugoslávia, Carla de Ponte, participará do encontro de negociações na segunda-feira (03/10).

Apesar de ela ter se mostrado cética em relação à atitude da Croácia, após uma recente visita a Zagreb, a Áustria vai continuar blefando na questão da Turquia, a fim de obter concessões dos demais países europeus em relação às negociações com os croatas.

Leia mais