1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cabo Verde

UCID promete crescimento económico de Cabo Verde

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) quer impedir maiorias absolutas no Parlamento. Se vencer nas eleições de 20 de março promete pôr um travão à dívida pública "descontrolada".

default

António Monteiro, líder da UCID

É a primeira vez que a União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) concorre às legislativas em todos os círculos eleitorais. "Desta vez, a UCID tem uma ambição maior de querer ganhar as eleições, apesar de termos, neste momento, somente dois deputados", diz António Monteiro, líder do partido há oito anos.

Se não alcançar essa meta, a UCID pretende, pelo menos, formar uma bancada com cinco deputados. A Assembleia Nacional cabo-verdiana é composta por 72 deputados. A ideia é simples: impedir maiorias absolutas - "para podermos redirecionar as políticas no Parlamento e mesmo a nível do Governo. Se conseguirmos esse objetivo mínimo, poderemos ter a capacidade de influenciar a governação do país."

Ouvir o áudio 03:14

UCID promete crescimento económico de Cabo Verde

A UCID foi fundada em maio de 1978 na Holanda. Na altura, opôs-se à unidade entre a Guiné-Bissau e Cabo Verde. Em 1991, não concorreu nas primeiras eleições multipartidárias porque se atrasou a entregar a documentação para o processo de legalização.

Em 2006, elegeu pela primeira vez um deputado e, nas eleições de 2011, conseguiu eleger dois.

Crescimento económico

O crescimento económico será a bandeira do partido na campanha para as legislativas de 20 de março. A UCID diz que a dívida pública cresceu "de forma descontrolada" desde 2007. E, depois da crise mundial, "não se conseguiu pôr a economia a crescer. Não conseguimos fazer crescer o emprego, não conseguimos transmitir à população um sentimento de segurança maior", afirma o líder do partido.

Se for eleito primeiro-ministro, António Monteiro, de 54 anos, promete reduzir drasticamente a taxa de desemprego de 15,8%.

Na sua plataforma eleitoral, a UCID propõe diversificar a economia, reduzir o custo da eletricidade e da água em Cabo Verde e adotar uma política fiscal atrativa. "A previsibilidade da política fiscal tem de ser o cavalo de batalha para conseguirmos atrair para Cabo Verde maiores investidores. Depois, é preciso pensarmos mais longe. Temos de pensar que Cabo Verde não pode viver só do turismo. Temos de diversificar a nossa economia, fazendo uma aposta direta na industrialização", diz Monteiro.

O líder da UCID nasceu em São Tomé e Príncipe. Para fugirem da fome e da seca que abalava Cabo Verde nessa altura, os seus pais foram contratados pelo então regime colonial português para as plantações de cacau no país. Monteiro é formado em Engenharia Eletromecânica.

Kap Verde António Monteiro UCID

António Monteiro nasceu em São Tomé e Príncipe e migrou para Cabo Verde

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados