1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Moçambique

"Tudo o que um país sonha ter"

Embaixadores europeus estiveram esta semana no Niassa e ficaram impressionados com as potencialidades da província moçambicana. A União Europeia e Moçambique vão assinar um acordo de cooperação de 700 milhões de euros.

Os diplomatas europeus estiveram esta semana no Niassa e prometeram ajudar a tirar a província do anonimato.

Numa visita ao Governo provincial, os embaixadores assistiram a um documentário sobre as potencialidades da região. O embaixador Sven Burgsdorff, chefe da delegação da União Europeia em Moçambique, diz ter ficado impressionado.

CSDP Mission EUAVSEV Juba Sven Kühn von Burgsdorff

Embaixador da UE, Sven Burgsdorff

"Penso que o Niassa tem um potencial enorme", afirma Burgsdorff.

"Tem um Governo provincial competente e é uma província grande, com potencial ao nível dos minerais, energia, água, floresta, turismo, agricultura…" No fundo, "tem tudo o que um país sonha ter", mas faltam infraestruturas e a capacitação de mão de obra, refere o embaixador.

Investir nas estradas

O governador do Niassa, Arlindo Chilundo, reafirma que está interessado em abrir as portas da província aos investidores para melhorar as condições de vida dos mais de milhão e meio de habitantes. Chilundo diz que é crucial melhorar as estradas.

"Temos tido algum constrangimento em atrairmos investidores", reconhece.

"Neste preciso momento, o nosso calcanhar de Aquiles é a área das infra-estruturas viárias. [Mas] temos a estrada [entre os munícipios] de Cuamba-Lichinga, muito importante para o pulsar económico da nossa província, cujos financiamentos estão em mobilização."

Ouvir o áudio 02:32

"Tudo o que um país sonha ter"

Durante a visita de trabalho ao Niassa, Sven Burgsdorff sublinhou que a União Europeia vai disponibilizar a Moçambique mais de 700 milhões de euros.

A Comissão Europeia e o Executivo moçambicano deverão assinar o acordo de cooperação no final de novembro. De acordo com Burgsdorff, uma grande parte deste montante destina-se a apoiar as zonas rurais.

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados